Categorias
Sem categoria

Vida Após a Cirurgia Bariátrica

A cirurgia bariátrica é um evento importante na jornada de perda de peso de um paciente, mas o evento é melhor visto como um novo começo. A obesidade é uma doença vitalícia e não existe nenhuma operação, dieta ou medicamento que possa por si só oferecer uma cura permanente. A cirurgia com bons cuidados posteriores e mudanças moderadas no estilo de vida podem dar resultados maravilhosos a longo prazo para a saúde e o peso.CIRURGIA PÓS-OBESIDADE BH

Nutrição (alimentos e suplementos) e Fluidos

Nas semanas após a cirurgia, o nutricionista terá um plano de nutrição para você seguir. Isso pode incluir uma dieta líquida por um período de tempo seguida por uma progressão para alimentos macios ou puré e, eventualmente, alimentos de textura mais regular. Durante a cicatrização nos primeiros meses, é extremamente difícil obter líquido suficiente. A maioria dos pacientes recebe uma meta de 64 onças ou mais de líquidos diariamente para evitar desidratação, constipação e cálculos renais. Você também precisará de um hábito vitalício com suplementos diários, geralmente incluindo:

  • Multivitamínico
  • Vitamina D
  • Cálcio
  • Ferro
  • Vitamina b12

A Sociedade Americana de Cirurgia Bariátrica e Metabólica (ASMBS) tem recomendações específicas sobre as doses recomendadas, mas certifique-se de seguir os conselhos do seu nutricionista. (Mechanick, 2013)

As escolhas de estilo de vida saudável proporcionam os melhores resultados de saúde e qualidade de vida após a cirurgia. Alimentos ricos em proteínas são importantes, com recomendações que variam de 60 a 100g de proteína por dia, dependendo de suas condições médicas, tipo de operação e nível de atividade. Limitar alimentos com alto teor de açúcar adicionado, como (biscoitos, bolos, doces, sucos ou outros doces) e carboidratos refinados (pães brancos, massas, biscoitos, cereais refinados) pode melhorar seus resultados de perda de peso.

Perguntas comuns

P: Quais suplementos de vitaminas e minerais devo tomar após a cirurgia para perda de peso?
A: Multivitamínico, cálcio com vitamina D e, em alguns casos, suplemento adicional de ferro e / ou vitamina B12. Às vezes, vitaminas solúveis em gordura adicionais (A, D, E e K) são adicionadas ao regime, dependendo do grau de má absorção de vitamina da operação. Uma forma mastigável é recomendada, pelo menos inicialmente após a cirurgia.

P: Por quanto tempo vou precisar tomar suplementos vitamínicos?
R: Suplementos vitamínicos e minerais serão uma necessidade vitalícia.

P: Quanta proteína eu preciso diariamente?
R: A maioria dos pacientes ingere 60-80 gramas por dia, mas alguns podem exigir mais dependendo de sua resposta à cirurgia ou tipo de operação. Seu nutricionista pode fornecer informações mais detalhadas.

P: Posso tomar toda a proteína em uma dose?
R: A proteína deve ser consumida em todas as refeições e lanches ao longo do dia. Não se sabe se há benefícios adicionais em ingerir mais de 30 gramas de proteína de uma vez. A proteína é um nutriente que ajuda você a se sentir satisfeito por mais tempo. Se você tentar incluir proteínas em cada refeição ou lanche, é menos provável que sinta fome quando não é hora de comer.

P: Como devo obter minha proteína? Com tremores? Barras? E se eu for vegetariano?
R: Existem muitas opções, mesmo para aqueles com necessidades ou preferências alimentares especiais. Seu nutricionista pode fornecer informações adicionais sobre as fontes de proteína. Carnes, ovos, laticínios, tofu, feijão e lentilhas são fontes de proteína comuns nos alimentos diários. Os suplementos de proteína feitos de soro de leite e soja são comumente vendidos nas lojas e podem ajudá-lo a atender às suas necessidades de proteína. Você pode achar útil calcular sua ingestão diária de proteínas para ter certeza de que não está aquém. Como você é capaz de tolerar mais alimentos regulares, obtém uma porção maior das fontes alimentares de necessidade e os suplementos se tornam menos necessários.

P: O que acontece se eu não ingerir proteína suficiente?
R: O corpo precisa de proteína adicional durante o período de rápida perda de peso para manter sua massa muscular. A proteína também é necessária para um metabolismo saudável. Se você não fornecer proteína suficiente em sua dieta, o corpo obterá a proteína de seus músculos e você pode ficar fraco.

P: Preciso evitar a cafeína após a cirurgia bariátrica? R: Os fluidos com cafeína demonstraram ser tão bons quanto quaisquer outros para mantê-lo hidratado. Ainda assim, é uma boa idéia evitar a cafeína pelo menos nos primeiros trinta dias após a cirurgia, enquanto seu estômago está extremamente sensível. Depois desse ponto, você pode perguntar ao seu cirurgião ou nutricionista sobre a retomada da cafeína. Lembre-se de que a cafeína geralmente vem acompanhada de bebidas açucaradas e com alto teor calórico, portanto, certifique-se de fazer escolhas sábias de bebidas.

P: Por que a ingestão de líquidos é importante?
R: A desidratação é o motivo mais comum para a readmissão ao hospital. A desidratação ocorre quando seu corpo não recebe líquido suficiente para mantê-lo funcionando da melhor maneira. Seu corpo também precisa de líquidos para queimar as calorias de gordura armazenadas para obter energia. Leve uma garrafa de água com você o dia todo, especialmente quando você estiver fora de casa. Lembre-se de beber, mesmo que não sinta sede. Beber 64 onças de líquido é uma boa meta diária. Você pode saber se está recebendo líquido suficiente se estiver fazendo uma urina clara e clara de 5 a 10 vezes por dia. Os sinais de desidratação podem ser sede, dor de cabeça, fezes duras ou tonturas ao sentar ou levantar. Você deve entrar em contato com o consultório do seu cirurgião se não conseguir beber líquidos suficientes para se manter hidratado.

Remédios

Muitos americanos com obesidade têm graves problemas de saúde, como diabetes, pressão alta, colesterol elevado e doenças coronárias. Pacientes que se submetem à cirurgia bariátrica e perdem peso com sucesso vêem essas condições de saúde melhorar e podem interromper alguns medicamentos com o conselho do médico.

No entanto, tomar menos medicamentos prescritos nem sempre significa “não ter mais pílulas”. O objetivo é uma boa saúde, não o menor número de comprimidos. Muitas pessoas realmente tomam mais comprimidos, conforme seguem os planos de vitaminas e minerais, e têm melhor consciência dos benefícios.

Perguntas comuns

P: Qual é o efeito da cirurgia para perda de peso em meus medicamentos?
R: Os medicamentos prescritos ou de venda livre podem ser absorvidos de forma diferente após a cirurgia, dependendo do tipo de procedimento. Sua terapia medicamentosa pode ser afetada por esta mudança. No período inicial logo após a cirurgia, comprimidos ou cápsulas maiores podem não ser recomendados por seu cirurgião para que os comprimidos não fiquem presos. Por isso, seu cirurgião pode recomendar que você tome medicamentos em diferentes formas, como triturado, líquido, suspensão, mastigável, sublingual ou injetável. Alguns medicamentos de ação prolongada e medicamentos com “revestimento entérico” podem não ser esmagáveis. Alguns medicamentos podem ser triturados e administrados com alimentos.

A gastrectomia vertical e a banda gástrica ajustável tendem a ter pouca ou nenhuma alteração na absorção dos medicamentos. O bypass gástrico em Y de Roux e a troca duodenal podem ter mudanças mais significativas na forma como os medicamentos são absorvidos. Verifique com seu cirurgião e farmacêutico como você deve tomar cada um de seus medicamentos. Alguns pacientes precisam de uma dose mais alta de antidepressivos para ter o mesmo efeito. Isso não é uma complicação, mas você precisa estar ciente de como se sente e falar com todos os seus cuidadores.

P: Meus medicamentos mudarão após a cirurgia bariátrica?
R: Talvez. Algumas doses podem mudar (veja a pergunta anterior). Algumas doses de medicamentos podem diminuir à medida que as condições de saúde relacionadas à obesidade melhoram. Por exemplo, pacientes diabéticos geralmente requerem menos insulina ou outros medicamentos para diabetes após a cirurgia porque o controle da glicose pode melhorar rapidamente. Pacientes que tomam medicamentos para hipertensão e colesterol podem ter suas doses reduzidas se esses estados de doença melhorarem. Quaisquer alterações na prescrição de medicamentos devem ser supervisionadas pelo seu médico; isso não é algo que você deva fazer sozinho.

P: Quais medicamentos devo evitar após a cirurgia para perda de peso?
R: Seu cirurgião ou médico bariatra pode oferecer orientação sobre este assunto. Uma classe clara de medicamentos a evitar após o bypass gástrico em Y de Roux são os “antiinflamatórios não esteroides” (AINEs), que podem causar úlceras ou irritação estomacal em qualquer pessoa, mas estão especialmente ligados a um tipo de úlcera chamada ” úlcera marginal ”após o bypass gástrico. Úlceras marginais podem sangrar ou perfurar. Normalmente não são fatais, mas podem causar muitos meses ou anos de sofrimento e são uma causa comum de reoperação e até mesmo (raramente) reversão do bypass gástrico.

Alguns cirurgiões aconselham limitar o uso de AINEs após a gastrectomia vertical e também banda gástrica ajustável. Os corticosteroides (como a prednisona) também podem causar úlceras e má cicatrização, mas podem ser necessários em algumas situações. Alguns medicamentos de ação prolongada, de liberação prolongada ou com revestimento entérico podem não ser absorvidos tão bem após a cirurgia bariátrica, portanto, é importante que você trabalhe com seu cirurgião e médico de atenção primária para monitorar o quão bem seus medicamentos estão funcionando. Seu médico pode escolher um medicamento de liberação imediata em alguns casos, se a preocupação for alta o suficiente. Finalmente, alguns medicamentos prescritos podem ser associados ao ganho de peso, então você e seu médico podem pesar o risco de ganho de peso em relação ao benefício desse medicamento. Pode haver medicamentos alternativos em alguns casos, com menor ganho de peso como efeito colateral.

P: Há algum medicamento de prescrição adicional que terei que tomar após a cirurgia bariátrica?
R: Alguns pacientes podem precisar de medicamentos antiácidos, temporária ou indefinidamente. Alguns cirurgiões prescrevem um medicamento temporário para a prevenção de cálculos biliares se você ainda tiver vesícula biliar. Pergunte ao seu cirurgião se eles serão necessários.

P: Todos os medicamentos podem ser esmagados?
R: Nem todos os medicamentos podem ser esmagados. Se um medicamento pode ser esmagado ou não, depende da formulação do medicamento. Em geral, os comprimidos não revestidos de liberação imediata podem ser esmagados. É importante que você seja MUITO cuidadoso com os medicamentos, portanto, sempre verifique com seu cirurgião, médico primário ou farmacêutico antes de tomar decisões sobre medicamentos. 

Ginástica

A atividade física é muito importante para o controle do peso a longo prazo. Pacientes diferentes podem ter necessidades e habilidades diferentes. Conforme você progride em seu programa de condicionamento físico, seu corpo se torna mais eficiente na mesma atividade, o que significa que você tende a queimar menos calorias. Conforme você perde peso, o número de calorias queimadas por hora também tende a diminuir. E assim, ao longo do tempo, é necessário aumentar gradativamente a intensidade ou duração de suas atividades físicas. Seu cirurgião ou instrutor de fitness pode ter recomendações específicas para você a esse respeito.

P: Quanto exercício devo fazer?
R: As recomendações atuais de atividade são 150 minutos de atividade moderada a cada semana, como caminhada rápida, corrida, Zumba, natação ou uso de aparelhos de ginástica. Observe que a capacidade de tolerar exercícios com segurança difere de pessoa para pessoa. Certifique-se de que o exercício e a quantidade escolhidos serão tolerados com segurança por você.

P: Quando posso fazer exercícios após a cirurgia?
R: Isso depende do tipo de exercício. Você deve começar a andar ainda no hospital, a menos que seja instruído de outra forma. Conforme você cura, comece a aumentar o tempo e a intensidade do exercício. Seu médico irá liberá-lo para aumentar sua atividade com base em seu progresso. Após a cirurgia, exercícios como pesos, abdominais, flexões ou qualquer esforço abdominal devem esperar até que você obtenha autorização do médico.

P: Que tipo de exercício devo fazer?
R: Inclua exercícios aeróbicos (“cardio”), de resistência (força) e flexibilidade em sua rotina para obter melhores resultados. Experimente diferentes programas de exercícios para descobrir o que é certo para você. Saiba o que está disponível em sua comunidade por meio de seu programa bariátrico, academias de ginástica locais e outros pacientes. Os exercícios em águas quentes (como natação no colo ou hidroginástica) são excelentes para quem tem dores nas articulações. Vídeos de exercícios caseiros são outra opção se você não tiver acesso a uma academia próxima.

Saúde mental

Não é de surpreender que, quando uma pessoa passa por grandes mudanças no estilo de vida e no corpo após a cirurgia, grandes ajustes ocorrem em como pensamos sobre nós mesmos e como os outros pensam de nós. Alguns pacientes ganham muito mais confiança à medida que mudam com sucesso seu estilo de vida e controlam seu peso. Outros lutam para continuar a se ver como afetados pela obesidade. Casamentos e relacionamentos podem ser tensos com os ajustes que ocorrem. Relacionamentos fortes podem se tornar mais fortes à medida que os envolvidos se comunicam e trabalham com essas mudanças. Relacionamentos fracos podem se fragmentar e sofrer como resultado dessas mudanças. A dinâmica do seu local de trabalho pode mudar; alguns de seus colegas de trabalho podem apoiar e torcer por você, enquanto outros podem ser menos favoráveis. Por todos esses motivos, o acesso a um profissional de saúde mental experiente pode ser uma parte importante da recuperação pós-operatória. Acima de tudo, cada paciente deve estar preparado para “solavancos na estrada” ao longo da jornada, seja um conflito interpessoal, estresse no casamento, uma complicação cirúrgica ou um platô na perda de peso. (Painel de especialistas em cirurgia para perda de peso do Lehman Center. Comunidade de Massachusetts., 2007)

Os hábitos alimentares são freqüentemente afetados por emoções, estresse, tédio, alimentação estúpida ou mesmo distúrbios alimentares. Eles são muito comuns, mas nem sempre são óbvios. Se você se pega comendo para aliviar o estresse ou comendo quando está saciado ou sem fome, deve procurar ajuda adicional de seu cirurgião, psicólogos qualificados ou terapeutas comportamentais. Esses problemas podem ser tratados com sucesso para colocar os pacientes de volta nos trilhos, se identificados.

Planaltos de peso

Depois de fazer a cirurgia, sua vida será diferente para sempre. Seu corpo foi modificado para lhe dar uma chance melhor de superar o estado de obesidade subjacente, genético, metabólico, ambiental e induzido pelo estilo de vida. Essas são forças poderosas que criaram um “ponto de ajuste de peso” prejudicial à saúde, onde seu corpo provavelmente ficou preso ou flutuando, quase como um termostato ajustado muito alto. Seu corpo é muito eficaz em tentar manter esse peso e prevenir mudanças. Ao perder peso, é importante saber que seu corpo tentará estabelecer um novo ponto de ajuste. Isso leva a patamares periódicos de peso. Isso é normal e esperado. Não desanime quando chegar a um platô, pois essas são partes normais e necessárias da jornada para perder peso.

Sono e estresse

Um padrão de sono saudável (denominado “higiene do sono”) é outra chave para o controle de peso bem-sucedido. Definir uma hora de dormir regular não é apenas para crianças! Até mesmo os adultos se beneficiam de horários regulares de sono e de reservar tempo suficiente para dormir. O sono inadequado foi identificado como um fator que contribui para o ganho de peso. À medida que você procura melhorar seus hábitos de sono, existem técnicas que podem ajudar: evitar a cafeína à noite, fazer exercícios no início do dia (não nas poucas horas antes de dormir) e criar um ambiente de quarto tranquilo, silencioso, não muito claro e confortável. Além disso, muitos pacientes têm apneia do sono antes da cirurgia bariátrica. Embora a apnéia do sono possa melhorar com a perda de peso, é importante continuar seu tratamento para a apnéia do sono.

O gerenciamento bem-sucedido do estresse é outro pilar do sucesso pós-operatório. Sabemos que o estresse não administrado pode levar a escolhas erradas que podem inviabilizar suas tentativas de perder peso. O estresse pode sufocar seu sucesso se não for reconhecido e gerenciado. Mesmo antes da cirurgia, é importante cultivar hábitos e relacionamentos que aliviem o estresse. Relacionamentos fortes com comunicação aberta, exercícios regulares e hábitos calmantes, como meditação ou ioga, são maneiras de lidar com o estresse. Grupos de apoio estão disponíveis em muitos programas de perda de peso. Eles fornecem um local para interagir com seus provedores de saúde e com outros pacientes para compartilhar histórias, dar apoio e ser continuamente informado sobre os mais recentes desenvolvimentos no campo de rápida evolução da medicina da obesidade.

Fumar

Para ter um risco menor de complicações com a cirurgia para perda de peso, quase todos os programas de cirurgia bariátrica recomendam que você pare de fumar ou de mascar tabaco antes da cirurgia. Felizmente, esta pode ser uma oportunidade para você largar o vício para sempre.

P: Por que tenho que parar de fumar ou usar tabaco antes da cirurgia?
R: Fumar ou mascar tabaco reduz o suprimento de sangue aos tecidos do corpo e retarda a cura. (Haskins & Amdur, 2014). Fumar prejudica todos os órgãos do corpo e está relacionado a:

  • Coágulos sanguíneos (a maior causa de morte após cirurgia bariátrica)
  • Úlceras marginais após bypass gástrico
  • Doença cardíaca
  • Derrame
  • Doença pulmonar obstrutiva crônica (pulmão)
  • Aumento do risco de fratura de quadril
  • Catarata
  • Câncer de boca, garganta, esôfago, laringe (caixa vocal), estômago, pâncreas, bexiga, colo do útero e rim

P: Quando devo parar de fumar antes da cirurgia?
R: São necessárias seis semanas para reduzir o risco de coágulos sanguíneos fatais e pneumonia. Parar apenas uma ou duas semanas antes pode até piorar alguns riscos; isso não é exclusivo da cirurgia bariátrica. Seu cirurgião terá orientações específicas sobre quanto tempo você deve ficar sem tabaco antes da cirurgia, e muitos irão reagendar a cirurgia até que você esteja “limpo”. Existem exames de sangue que podem mostrar se você tem fumado, mesmo que esteja usando um adesivo ou chiclete de nicotina, então não trapaceie!

P: Onde posso obter ajuda para me ajudar a parar?
R: Fale com o seu médico de cuidados primários; eles ficariam felizes em ajudar! 

Beber álcool

P: Posso beber álcool após a cirurgia?
R: O álcool não é recomendado após a cirurgia bariátrica. O álcool contém calorias, mas uma nutrição mínima e funcionará contra sua meta de perda de peso. Por exemplo, o vinho contém duas vezes mais calorias por grama que o refrigerante comum. A absorção do álcool muda com o bypass gástrico e a manga gástrica porque uma enzima do estômago que geralmente começa a digerir o álcool está ausente ou bastante reduzida.

O álcool também pode ser absorvido mais rapidamente pelo corpo após o bypass gástrico ou a manga gástrica. O álcool absorvido será mais potente, e estudos têm demonstrado que pacientes de cirurgia de obesidade atingem um nível de álcool mais alto e os mantêm por um período mais longo do que outros. Em alguns pacientes, o uso de álcool pode aumentar e levar à dependência do álcool. Por todas essas razões, é recomendável evitar o álcool após a cirurgia bariátrica. (American College of Surgeons, 2011)

Gravidez após cirurgia bariátrica

P: É seguro engravidar depois de fazer a cirurgia bariátrica?
R: Recomenda-se que você evite engravidar por 12 a 18 meses após a cirurgia. Isso permite que você tenha o máximo de perda de peso e alcance um peso estável. Você também ficará muito limitado em sua ingestão de nutrientes por algum tempo após a cirurgia. (Abodeely, 2008).

P: Eu nunca consegui engravidar mesmo, então não vou precisar me preocupar em evitar uma gravidez após a cirurgia, não é?
R: Você pode sentir um aumento na fertilidade logo após a cirurgia, por isso é importante usar um método anticoncepcional de barreira, como o DIU, ou preservativos e espermicida, para garantir que não engravide. As pílulas anticoncepcionais são muito menos eficazes em pacientes com obesidade e na fase de rápida perda de peso. Se você engravidar, entre em contato com seu cirurgião bariátrico e seu obstetra para monitorar seu progresso. Você precisará monitorar de perto a ingestão de nutrientes e ser avaliado quanto a deficiências de vitaminas.

Em geral, a gravidez após a cirurgia para perda de peso pode ser realizada com segurança, tomando medidas para minimizar os riscos para o seu corpo e para o feto em desenvolvimento. Estudos demonstram uma diminuição do risco de hipertensão induzida pela gravidez (pressão alta) e uma diminuição do risco de diabetes gestacional. Para obter melhores resultados, discuta suas opções com seu cirurgião e obstetra.

Cuidados de Acompanhamento

Muitos estudos mostram que estamos mais propensos a adotar hábitos melhores quando sabemos que alguém nos verifica regularmente. Por esse motivo, a maioria dos programas de cirurgia bariátrica planejam consultas de acompanhamento de longo prazo com um profissional de saúde com experiência no tratamento da obesidade. Essas visitas de acompanhamento podem ser o cirurgião, um assistente médico ou enfermeiro, nutricionista, profissional de saúde mental, especialista em exercícios ou um especialista médico em perda de peso (bariatra). O mais importante é que você encontre um programa de cirurgia bariátrica que preveja esse cuidado de longo prazo, para que quaisquer problemas ou preocupações que surjam com o tempo possam ser tratados por uma equipe experiente. Os profissionais médicos não são substituíveis, mas juntar-se a outras pessoas na viagem pode ser igualmente importante. Grupos de apoio podem ser uma ótima maneira de aprender,

A maioria dos programas é muito sensível ao fato de que os pacientes se sentem vulneráveis ​​a críticas e preconceitos. Você precisa se sentir seguro para compartilhar seus desafios e lutas, para que possa obter ajuda quando mais precisar! Seus cuidadores entendem e esperam que altos e baixos aconteçam, que a vida mude e o corpo se adapte com o tempo. “Tune-ups” são possíveis e úteis.

Parabéns por dar um passo tão importante para uma vida mais saudável! A vida após a cirurgia bariátrica nem sempre é fácil, mas um planejamento sólido, educação adequada e determinação podem ajudá-lo nessa jornada.

Categorias
Sem categoria

O Silicone é Tóxico?

O silicone é um material feito em laboratório que consiste em vários produtos químicos diferentes, incluindo:

  • silício (um elemento que ocorre naturalmente)
  • oxigênio
  • carbono
  • hidrogênio

Geralmente é produzido como um líquido ou plástico flexível. É usado para fins médicos, elétricos, culinários e outros.

Como o silicone é considerado quimicamente estável, os especialistas dizem que é seguro usar e provavelmente não é tóxico.

Isso fez com que o silicone fosse amplamente utilizado em implantes cosméticos e cirúrgicos para aumentar o tamanho de partes do corpo como seios e nádegas, por exemplo.

No entanto, o Food and Drug Administration (FDA)Fonte confiáveladverte fortemente contra o uso de silicone líquido como enchimento injetável para preencher qualquer parte do corpo, como os lábios.

O FDA alertou que o silicone líquido injetado pode se mover por todo o corpo e causar sérias consequências à saúde, incluindo a morte.

O silicone líquido pode bloquear os vasos sanguíneos em partes do corpo como o cérebro, coração, nódulos linfáticos ou pulmões, levando a uma situação extremamente perigosa.

Preenchimentos injetáveis ​​aprovados pela FDAFonte confiável são feitos de substâncias como colágeno e ácido hialurônico, não de silicone.

Então, embora tenha aprovadoFonte confiávelo uso de silicone líquido dentro de implantes mamários , por exemplo, o FDA faz isso apenas porque os implantes contêm silicone líquido dentro de uma concha.

No entanto, faltam pesquisas conclusivas sobre a toxicidade do silicone. Alguns especialistas expressaram suas preocupações sobre os implantes mamários de silicone e outros usos “aceitos” do silicone no corpo humano.

Você também nunca deve comer ou beber silicone.

Onde você pode ser exposto ao silicone?

Você pode encontrar silicone em todos os tipos de produtos. Alguns produtos comuns contendo silicone com os quais você provavelmente entrará em contato incluem:

  • adesivos
  • implantes mamários
  • panelas e recipientes para comida
  • isolamento elétrico
  • lubrificantes
  • suprimentos médicos e implantes
  • selantes
  • shampoos e sabonetes
  • isolamento térmico

É possível entrar em contato acidental com o silicone líquido. Pode ser perigoso se ingerido, injetado ou absorvido pela pele.

Aqui estão algumas situações comuns em que você pode encontrar silicone líquido:

O utensílio de silicone que você está usando derrete

A maioria dos utensílios de silicone de grau alimentício pode suportar altas temperaturas. Mas a tolerância ao calor para panelas de silicone varia.

É possível que produtos de cozinha de silicone derretam se ficarem muito quentes. Isso pode fazer com que o líquido de silicone entre na comida.

Se isso acontecer, jogue fora o produto derretido e os alimentos. Não use panelas de silicone em temperaturas acima de 428 ° F (220 ° C).

Você injetou silicone em seu corpo durante um procedimento cosmético

Apesar do aviso da FDA contra o uso de silicone injetável, há vários anos os preenchimentos de silicone líquido para os lábios e outras partes do corpo se tornaram muito populares.

Hoje, alguns cirurgiões plásticos ainda oferecem esse procedimento, embora a maioria reconheça que não é seguro. Na verdade, muitos cirurgiões plásticos começaram a oferecer serviços de remoção de implantes de silicone líquido – embora o silicone líquido nem sempre permaneça dentro do tecido no qual foi injetado.

Você ingere xampu ou sabonete ou entra em contato com os olhos ou nariz

Isso é uma preocupação mais para crianças pequenas, mas acidentes podem acontecer com qualquer pessoa. Muitos shampoos e sabonetes contêm silicone líquido.

Seu implante de silicone quebra e vaza

Se você tiver um implante médico ou de mama feito de silicone, há uma pequena chance de ele quebrar e vazar durante sua vida útil.

Como esses implantes geralmente contêm quantidades significativas de silicone líquido, o vazamento de sua casca para outras partes do corpo pode levar à necessidade de cirurgias adicionais, sintomas adversos e doenças.

Quais são os sintomas da exposição ao silicone?

Novamente, o FDA considera o uso normal de panelas de silicone não danificadas e outros itens como seguro. O FDA também considera o uso de implantes mamários de silicone seguro.

No entanto, se o silicone entrar em seu corpo devido à ingestão, injeção, vazamento ou absorção, isso pode causar problemas de saúde. Esses incluem:

Problemas autoimunes e um sistema imunológico enfraquecido

Pesquisa Fonte confiável sugere que a exposição ao silicone pode estar ligada a condições do sistema imunológico, como:

  • lúpus eritematoso sistêmico
  • artrite reumatoide
  • esclerose sistêmica progressiva
  • vasculite

As doenças autoimunes associadas aos implantes de silicone são chamadas de síndrome de incompatibilidade do implante de silicone (SIIS), ou distúrbio reativo ao silicone.

Alguns sintomas comuns relacionados a essas condições incluem:

  • anemia
  • coágulos de sangue
  • névoa do cérebro e problemas de memória
  • dor no peito
  • problemas nos olhos
  • fadiga
  • febre
  • dor nas articulações
  • perda de cabelo
  • problemas renais
  • erupções cutâneas
  • sensibilidade à luz solar e outras luzes
  • feridas na boca

Linfoma anaplásico de células grandes associado a implante mamário (BIA-ALCL)

Este tipo raro de câncer tem sido encontrado Fonte confiávelno tecido mamário de mulheres com implantes mamários de silicone (e também solução salina), sugerindo uma possível ligação entre os implantes e o câncer. É especialmente comum com implantes texturizados.

Os sintomas de BIA-ALCL incluem:

  • assimetria
  • aumento do peito
  • endurecimento de mama
  • coleção de fluidos desenvolvida pelo menos um ano após a obtenção de um implante
  • caroço na mama ou axila
  • erupção cutânea sobrejacente
  • dor

Implante mamário rompido e vazando

Os implantes de silicone não são feitos para durar para sempre, embora os implantes mais novos geralmente durem mais do que os antigos. O vazamento de silicone líquido no corpo pode ser muito perigoso e requer atenção médica imediata.

SINTOMAS DE VAZAMENTO DO IMPLANTE MAMÁRIO

Os sinais de um implante mamário rompido e vazando incluem:

  • mudanças no tamanho ou formato do seu peito
  • endurecimento do seu peito
  • caroços no seu peito
  • dor ou dor
  • inchaço

Como a exposição ao silicone é diagnosticada?

Os especialistas dizem que a exposição ao silicone só é perigosa se entrar no corpo.

Se você suspeita que foi exposto ao silicone, consulte seu médico. Para ajudar a confirmar se você foi exposto, seu médico provavelmente:

  • fazer um exame físico para medir sua saúde geral
  • pergunte sobre seu histórico médico e se você passou por cirurgia plástica ou trauma, como um acidente de carro
  • faça testes de imagem para ver se há silicone dentro do seu corpo que precisa ser removido

Em alguns casos, um implante de silicone pode se romper e vazar “silenciosamente” sem causar sintomas graves por algum tempo. No entanto, o vazamento pode causar muitos danos antes que você perceba.

É por isso que o FDA recomenda que todas as pessoas com implantes de silicone façam um exame de ressonância magnética 3 anos após a cirurgia de implante de mama original e a cada 2 anos depois disso.

Como é tratada a exposição ao silicone?

Quando o silicone entra em seu corpo, a primeira prioridade é removê-lo. Isso geralmente requer cirurgia, especialmente se tiver sido injetado ou implantado em seu corpo.

Se o silicone vazou, pode ser necessário remover o tecido que o silicone vazou.

A exposição ao silicone pode causar complicações que persistem mesmo depois que o silicone é removido do corpo. Seu tratamento irá variar dependendo de suas complicações.

Para problemas do sistema imunológico, é provável que seu médico recomende mudanças no estilo de vida para ajudá-lo a controlar seus sintomas, como mais exercícios e controle do estresse . Eles também podem recomendar uma mudança na dieta .

Em alguns casos, o médico pode prescrever medicamentos imunossupressores para ajudar a estimular o sistema imunológico.

Para os casos de BIA-ALCL, seu médico fará uma cirurgia para remover o implante e qualquer tecido canceroso. Para casos avançados de BIA-ALCL, você pode precisar de:

  • quimioterapia
  • radiação
  • terapia de transplante de células- tronco

QUANDO VER UM MÉDICO

Se você recebeu injeções de silicone líquido, suspeite que foi exposto ao silicone em sua dieta por meio dos produtos que usa, ou acha que tem um implante mamário com vazamento, marque uma consulta com seu médico. Isso é especialmente importante se você estiver apresentando algum dos sintomas de exposição ao silicone.

Qual é a perspectiva?

Se você foi exposto ao silicone, sua perspectiva de recuperação dependerá do seu caso individual. Por exemplo:

  • Muitas pessoas com baixo nível de exposição ao silicone – como a ingestão de uma pequena quantidade em alimentos – se recuperam muito rapidamente.
  • Para aqueles com doenças autoimunes, o tratamento pode aliviar e ajudar a controlar os sintomas.
  • A maioria das pessoas tratadas para BIA-ALCL não apresenta recorrência da doença após o tratamento, especialmente se elas receberam tratamento precoce.

Não hesite em procurar ajuda médica. Evitar o tratamento para a exposição ao silicone – especialmente se uma grande quantidade entrar em seu corpo – pode ser

O resultado final

Quando usado em produtos domésticos, como utensílios de cozinha, o silicone é em grande parte um material seguro.

No entanto, pesquisas sugerem que o silicone líquido pode ser perigoso se entrar no corpo por meio de ingestão, injeção, absorção ou vazamento de um implante.

Se você suspeita que foi exposto ao silicone, consulte seu médico para um tratamento imediato e para evitar complicações.

=”0″ style=”border:0;” allowfullscreen=”” aria-hidden=”false” tabindex=”0″>
Categorias
Sem categoria

Causas de Vasinhos nas Pernas

Quando um vaso sanguíneo se rompe, uma pequena quantidade de sangue escapa do vaso para o corpo. Esse sangue pode aparecer logo abaixo da superfície da pele. Os vasos sanguíneos podem romper por vários motivos, mas isso geralmente acontece como resultado de uma lesão.

O sangramento na pele pode aparecer como pequenos pontos, chamados petéquias , ou em manchas planas maiores, chamadas púrpura . Algumas marcas de nascença podem ser confundidas com sangramento na pele. Normalmente, quando você pressiona sua pele, ela fica pálida e, quando você a solta, a vermelhidão ou cor retorna. Quando há sangramento na pele, a pele não fica pálida quando você pressiona para baixo.

O sangramento sob a pele geralmente resulta de uma pequena ocorrência, como hematomas . O sangramento pode aparecer como um pequeno ponto do tamanho de uma picada de agulha ou como uma mancha do tamanho de uma mão de adulto. O sangramento na pele também pode ser o sinal de uma condição médica séria. Sempre consulte um médico sobre sangramento na pele que não esteja relacionado a uma lesão.

O que causa sangramento na pele?

As causas comuns de sangramento na pele são:

  • ferimentos
  • reação alérgica
  • infecções do sangue
  • doenças autoimunes
  • nascimento
  • contusões
  • efeitos colaterais de medicamentos
  • efeitos colaterais da quimioterapia
  • efeitos colaterais da radiação
  • processo normal de envelhecimento

Certas infecções e doenças podem causar sangramento sob a pele, como:

  • meningite , uma inflamação das membranas que cobrem o cérebro e a medula espinhal
  • leucemia , um câncer das células do sangue
  • faringite estreptocócica , uma infecção bacteriana que causa dor de garganta
  • sepse , uma resposta inflamatória de todo o corpo à infecção bacteriana

Se você sentir algum dos seguintes sintomas, procure atendimento médico imediatamente:

  • dor na área de sangramento
  • sangramento significativo de uma ferida aberta
  • um caroço sobre o sangramento na pele
  • escurecimento da pele afetada
  • inchaço nas extremidades
  • sangramento nas gengivas , nariz , urina ou fezes

Como um médico determina a causa do sangramento na pele

Se você desenvolver sangramento na pele sem causa conhecida ou que não desaparece, entre em contato com o seu médico imediatamente, mesmo se as manchas de sangue não doerem.

O sangramento na pele é facilmente identificado por meio de uma inspeção visual. No entanto, para determinar a causa, seu médico precisará de mais informações sobre o sangramento. Depois de revisar seu histórico médico, seu médico fará as seguintes perguntas:

  • Quando você percebeu o sangramento pela primeira vez?
  • Você tem algum outro sintoma?
  • Quando esses sintomas começaram?
  • Pratica algum desporto de contacto ou utiliza maquinaria pesada?
  • Você recentemente feriu a área afetada?
  • A área de sangramento dói?
  • A área coça?
  • Você tem histórico familiar de distúrbios hemorrágicos?

Seu médico também perguntará se você tem algum problema de saúde ou se está sendo tratado por alguma coisa. Certifique-se de informar o seu médico se estiver tomando algum suplemento de ervas ou medicamentos. Drogas como aspirina, esteróides ou anticoagulantes podem causar sangramento na pele. Responder a essas perguntas com a maior precisão possível dará a seu médico pistas sobre se o sangramento sob a pele é um efeito colateral da medicação que você está tomando ou foi causado por uma condição médica subjacente.

O médico pode fazer um exame de sangue ou urina para verificar a presença de infecção ou outras condições médicas. Se necessário, o médico também fará um exame de imagem ou um ultrassom da área para diagnosticar quaisquer fraturas ou lesões nos tecidos.PUBLICIDADE

Tratamentos para sangramento na pele

Dependendo da causa, existem muitas opções de tratamento diferentes disponíveis para sangramento na pele. Seu médico determinará qual opção de tratamento é melhor para você.

Se você tiver alguma infecção ou condição médica, pode ser oferecido um medicamento com receita. Isso pode ser suficiente para estancar o sangramento. No entanto, se os medicamentos estiverem causando o sangramento, seu médico pode recomendar a troca de medicamentos ou a interrupção do uso do medicamento atual.

Contacte o seu médico imediatamente se sentir uma recorrência de hemorragia na pele após o tratamento.

Tratamentos caseiros

Se o sangramento na pele foi causado por uma lesão, existem tratamentos caseiros que podem ajudá-lo a curar.

  • eleve o membro lesionado, se possível
  • gelo na área ferida por 10 minutos de cada vez
  • use paracetamol ou ibuprofeno para o alívio da dor

Marque uma consulta com seu médico se a lesão não tiver começado a cicatrizar.

Categorias
Sem categoria

O que Causa as Pedras nos Rins

A doença das pedras atormenta a humanidade desde os tempos antigos. Pedras nos rins foram identificadas em múmias egípcias. O juramento de Hipócrates descreve seu tratamento: “Não usarei a faca, nem mesmo na verdade, em quem sofre de pedra, mas darei lugar àqueles que nela são artesãos”.

Quem tem pedras nos rins e por quê?

O risco ao longo da vida de pedras nos rins entre adultos nos Estados Unidos é de aproximadamente 9%, e parece que o aquecimento global pode estar aumentando esse risco. (À medida que o clima esquenta, os seres humanos têm maior probabilidade de ficar desidratados, o que aumenta o risco de formação de cálculos.) Existem quatro tipos principais de cálculos renais: oxalato de cálcio / fosfato de cálcio, ácido úrico, estruvita (fosfato de magnésio amônio) e cistina.

Um fator de risco para todas as pedras, independentemente do tipo, é a desidratação. Qualquer pessoa com tendência a ter cálculos renais deve prestar atenção a uma boa hidratação. Um estudo randomizado mostrou que beber 2 litros de líquido por dia reduz a probabilidade de recorrência do cálculo pela metade. A diretriz da American Urological Association para o manejo médico de cálculos renais recomenda que os pacientes que formem cálculos renais devem beber mais de 2,5 litros de líquido por dia.

Qualquer pessoa com sintomas de pedras nos rins deve ser encaminhada a um urologista. A avaliação inicial geralmente inclui estudos de sangue, urina e imagens. As decisões sobre o teste e, em última instância, o tratamento, devem ser tomadas em conjunto pelo médico e pelo paciente. Vejamos os fatores de risco específicos e o tratamento de cada um dos principais tipos de cálculos.nefrologista rj

Pedras de oxalato de cálcio e fosfato de cálcio

As pedras de cálcio são o tipo mais comum de pedras nos rins e podem ser oxalato de cálcio ou fosfato de cálcio. Como mencionado, uma boa hidratação é importante para prevenir pedras de cálcio. Pode ser surpreendente, mas os resultados de um ensaio clínico randomizado mostram que as pessoas com cálculos renais de cálcio não devem reduzir o cálcio na dieta. Na verdade, eles devem consumir a dose diária recomendada de cálcio (1.000 mg / dia para mulheres com menos de 50 anos e homens com menos de 70 anos e 1.200 mg / dia para mulheres com mais de 50 anos e homens com mais de 70). Por quê? O cálcio se liga ao oxalato no intestino e impede sua absorção pelo intestino, portanto, há menos na urina para formar cálculos. Idealmente, o cálcio deve vir dos alimentos. Converse com seu médico antes de tomar suplementos de cálcio, e aumentar a ingestão de líquidos pode ser benéfico dependendo da quantidade de cálcio que você ingere.

Alimentos ricos em oxalatos (nozes, espinafre, batata, chá e chocolate) podem aumentar a quantidade de oxalato na urina. Consumir com moderação.

Os cálculos de fosfato de cálcio são menos comuns do que os cálculos de oxalato de cálcio. As causas incluem hiperparatireoidismo (quando o corpo produz muito hormônio da paratireóide), acidose tubular renal (uma doença renal que causa acúmulo de ácido no corpo) e infecções do trato urinário. É importante entender se uma dessas condições está por trás da formação de pedras de fosfato de cálcio.

Uma boa hidratação pode ajudar a prevenir a recorrência de cálculos de cálcio. Além disso, os diuréticos tiazídicos, como a hidroclorotiazida, podem ajudar o rim a absorver mais cálcio, deixando menos na urina, onde pode formar cálculos. O citrato de potássio é outro medicamento que pode se ligar ao cálcio e ajudar a impedir que o oxalato de cálcio e o fosfato de cálcio na urina se formem em pedras.

Pedras de ácido úrico

A maioria dos pacientes com cálculos de ácido úrico não tem muito ácido úrico. Em vez disso, sua urina é muito ácida. Quando isso acontece, os níveis normais de ácido úrico se dissolvem na urina, onde pode se cristalizar em pedras. Ajustar o pH da urina, mais comumente com o medicamento citrato de potássio, reduz o risco de formação de cálculos de ácido úrico e também pode ajudar a dissolver os cálculos existentes. O bicarbonato de sódio também pode ser usado para alcalinizar a urina. Algumas pessoas com cálculos de ácido úrico produzem grandes quantidades de ácido úrico. Para esses pacientes, comer menos proteína animal pode ajudar, assim como um medicamento chamado alopurinol.

Pedras de estruvita

Os cálculos de estruvita são compostos de fosfato de amônio e magnésio e se formam na urina alcalina. A causa mais comum de cálculos de estruvita é uma infecção bacteriana que aumenta o pH da urina para neutro ou alcalino. O ácido aceto-hidroxâmico (AHA) pode reduzir o pH da urina e os níveis de amônia e ajudar a dissolver os cálculos.

Pedras de cistina (o tipo menos comum)

A cistinúria é uma doença genética. Isso resulta em altos níveis de cistina (um aminoácido) na urina, que então se transforma em cálculos renais. A maioria dos cálculos de cistina pode ser controlada aumentando a hidratação e medicamentos que alteram o pH da urina. Se isso não for suficiente para controlar as pedras, outro medicamento pode ser adicionado.

O resultado final

Todos os que sofrem de cálculos renais devem se lembrar da frase: “A diluição é a solução para a poluição”. Uma boa hidratação é uma terapia segura e útil para todos os formadores de cálculos. Dito isso, é importante ter uma discussão aprofundada com um urologista sobre a abordagem certa para avaliação, tratamento e estratégias para evitar a formação de novos cálculos.

Categorias
Sem categoria

Como Prevenir Pedras nos Rins

Se você já teve uma pedra nos rins , com certeza se lembra. A dor pode ser insuportável, chegando em ondas até que a minúscula pedra passe pelo seu encanamento urinário e saia do corpo. Para muitos, pedras nos rins não acontecem uma vez: em cerca de metade das pessoas que já tiveram uma, outra aparece em sete anos sem medidas preventivas.

A prevenção de cálculos renais não é complicada, mas requer um pouco de determinação.

Os cálculos renais se formam quando certos produtos químicos se concentram o suficiente na urina para formar cristais. Os cristais crescem em massas maiores (pedras), que podem fazer seu caminho através do trato urinário. Se a pedra ficar presa em algum lugar e bloquear o fluxo de urina, ela causa dor.

A maioria das pedras ocorre quando o cálcio se combina com uma das duas substâncias: oxalato ou fósforo. As pedras também podem se formar a partir do ácido úrico, que se forma à medida que o corpo metaboliza as proteínas.

Como evitar pedras nos rins

Prevenir cálculos renais significa prevenir as condições que suportam sua formação. Perguntei à Dra. Melanie Hoenig, professora assistente de medicina do Beth Israel Deaconess Medical Center, afiliado a Harvard, sobre as principais formas de prevenir pedras nos rins. Aqui estão suas recomendações:

Beba muita água: 

Beber água extra dilui as substâncias na urina que levam à formação de pedras. Esforce-se para beber líquidos suficientes para eliminar 2 litros de urina por dia, o que corresponde a aproximadamente oito xícaras padrão de 240 ml. Pode ajudar incluir algumas bebidas cítricas, como limonada e suco de laranja. O citrato nessas bebidas ajuda a bloquear a formação de cálculos.

Obtenha o cálcio de que precisa: 

ingerir muito pouco cálcio na dieta pode aumentar os níveis de oxalato e causar cálculos renais. Para evitar isso, certifique-se de ingerir uma quantidade de cálcio apropriada para sua idade. O ideal é obter cálcio dos alimentos, uma vez que alguns estudos relacionaram a ingestão de suplementos de cálcio a cálculos renais. Homens com 50 anos ou mais devem ingerir 1.000 miligramas (mg) de cálcio por dia, junto com 800 a 1.000 unidades internacionais (UI) de vitamina D para ajudar o corpo a absorver o cálcio.

Reduzir o sódio: 

uma dieta rica em sódio pode desencadear cálculos renais porque aumenta a quantidade de cálcio na urina. Portanto, uma dieta com baixo teor de sódio é recomendada para pessoas com tendência a pedras. As diretrizes atuais sugerem limitar a ingestão diária total de sódio a 2.300 mg. Se o sódio contribuiu para pedras nos rins no passado, tente reduzir sua ingestão diária para 1.500 mg. Isso também será bom para a pressão arterial e para o coração.

Limite a proteína animal:

 comer muita proteína animal, como carne vermelha, aves, ovos e frutos do mar, aumenta o nível de ácido úrico e pode causar cálculos renais. Uma dieta rica em proteínas também reduz os níveis de citrato, a substância química na urina que ajuda a prevenir a formação de cálculos. Se você tem tendência a pedras, limite a ingestão diária de carne a uma quantidade que não seja maior do que um baralho de cartas. Esta também é uma porção saudável para o coração.

Evite alimentos que formem pedra: 

beterraba, chocolate, espinafre, ruibarbo, chá e a maioria das nozes são ricas em oxalato, e colas são ricas em fosfato, os quais podem contribuir para pedras nos rins. Se você sofre de pedras, seu médico pode aconselhá-lo a evitar esses alimentos ou consumi-los em pequenas quantidades.

Para todos os demais, é improvável que determinados alimentos e bebidas causem cálculos renais, a menos que sejam consumidos em quantidades extremamente altas. Alguns estudos mostraram que homens que tomam altas doses de vitamina C na forma de suplementos correm um risco ligeiramente maior de desenvolver cálculos renais. Isso pode ser porque o corpo converte a vitamina C em oxalato.

Categorias
Sem categoria

6 tratamentos caseiros para Pele Oleosa

A pele oleosa ocorre quando as glândulas sebáceas da pele produzem muito sebo. O sebo é a substância cerosa e oleosa que protege e hidrata a pele.

O sebo é vital para manter a pele saudável. No entanto, o excesso de sebo pode causar pele oleosa, poros obstruídos e acne . O tratamento da pele oleosa geralmente requer que a pessoa tenha o hábito de cuidar da pele regularmente.

Neste artigo, falamos sobre seis maneiras pelas quais uma pessoa pode reduzir os sintomas da pele oleosa sem medicamentos controlados.

Tratamento

1. Lave regularmente

Lavar-se regularmente pode reduzir a quantidade de óleo na pele. Os seguintes métodos são recomendados para lavar a pele oleosa:

  • Lave com sabão neutro e água morna.
  • Evite sabonetes com fragrâncias, hidratantes adicionados ou produtos químicos agressivos, que podem irritar ou ressecar a pele, fazendo-a reagir criando mais sebo.
  • Evite buchas e panos ásperos, pois a fricção adicional pode estimular a pele a produzir mais óleo.

Se isso não for eficaz, alguns produtos medicamentosos para o tratamento da acne podem ajudar. Esses produtos contêm ácidos que podem atacar a pele oleosa, como:

  • ácido salicílico
  • ácido glicólico
  • beta-hidroxiácido
  • peróxido de benzoíla

Esses ácidos podem ser irritantes para alguns tipos de pele. Ao iniciar um novo produto, use-o primeiro em uma pequena área da pele para ver como o corpo reage.

A escolha dos limpadores faciais certos pode funcionar bem para algumas pessoas. Um estudo de 2015 descobriu que um limpador facial suave feito com laureth carboxilato de sódio e alquil carboxilatos foi eficaz para combater a acne facial moderada, embora tenha aumentado a produção de sebo em algumas áreas do rosto.

Para muitas pessoas que simplesmente têm pele oleosa e não acne vulgar, sabonete de glicerina sem fragrância e água quente podem resolver o problema.

2. Use um toner

Os toners adstringentes que contêm álcool tendem a ressecar a pele. No entanto, de acordo com um estudo de 2014 , adstringentes naturais, como hamamélis, podem ter propriedades calmantes para a pele.

Witch hazel tem um alto teor de taninos que o torna um adstringente natural e antiinflamatório. Muitas pessoas com pele oleosa usam hamamélis como único tônico.

Em algumas pessoas, os toners adstringentes naturais podem fazer os poros dilatados parecerem menores e remover pequenos pedaços de produto ou maquiagem que podem obstruir os poros.

No entanto, esses produtos podem não funcionar para todos. Alguns podem sentir formigamento ou coceira no rosto ao usar toners adstringentes. Se isso acontecer, pode ser um sinal de irritação que pode levar a uma maior produção de sebo.

As pessoas devem testar qualquer novo toner em um pequeno pedaço de pele para evitar irritação potencial.

3. Seque o rosto

Ao secar o rosto depois de lavar e usar o toner, as pessoas devem secar suavemente a pele com uma toalha macia.

No entanto, isso deve ser feito com cuidado. Puxar a pele para baixo com uma toalha ou usar uma toalha áspera não é aconselhável, pois pode estimular a pele a criar mais sebo.

4. Use papéis absorventes e almofadas medicamentosas

Muitas empresas fabricam papéis mata-borrões, papéis absorventes especialmente projetados que retiram a oleosidade da pele.

Os papéis absorventes não tratam a produção de sebo na pele, mas podem ser usados ​​para retirar o excesso de oleosidade da pele ao longo do dia para torná-la menos brilhante.

Uma pessoa também pode tentar almofadas de pano que são medicamentosas com ingredientes de limpeza familiares, como ácido salicílico ou ácido glicólico. Isso pode ajudar a remover o excesso de oleosidade ao longo do dia, enquanto limpa os poros e a pele.

5. Use uma máscara facial

Certas máscaras faciais podem ser benéficas para o tratamento da pele oleosa. Eles podem conter ingredientes como:

  • Clay . As máscaras contendo minerais como esmectita ou bentonita podem absorver óleos e reduzir o brilho da pele e os níveis de sebo sem irritar a pele. Use-os apenas ocasionalmente para evitar que a pele resseque e aplique um hidratante suave depois.
  • Querida . Um estudo de 2011 relata que o mel cru natural tem qualidades antibacterianas e anti-sépticas. Uma máscara facial de mel de 10 minutos pode reduzir a acne e a pele oleosa, mantendo a pele macia.
  • Farinha de aveia . Máscaras contendo farinha de aveia coloidal podem ajudar a limpar a pele, conforme sugerido em um estudo de 2014 . A aveia contém saponinas suaves de limpeza, antioxidantes e compostos antiinflamatórios que podem acalmar a pele irritada.

6. Aplique hidratantes

Embora muitas pessoas com pele oleosa evitem os hidratantes por medo de que sua pele pareça mais oleosa, o uso dos hidratantes certos pode beneficiar esse tipo de pele.

Para pessoas com pele muito oleosa, um hidratante sem óleo pode ajudar a manter a pele úmida e protegida, sem que pareça oleosa.

Um estudo de 2014 sugere que o aloe vera pode ser um bom hidratante para tratar acne e pele oleosa.

Certos compostos do aloe vera podem ter um efeito calmante natural na pele. O estudo observou que um produto deve conter pelo menos 10 por cento de babosa para ser um hidratante eficaz.

Algumas pessoas optam por usar gel de babosa puro para hidratar, mas precisam estar atentas aos ingredientes ocultos, especialmente o álcool desnaturado, que pode secar e irritar a pele.

Prevenção

A pele oleosa associada à genética pode ser difícil de prevenir. Mesmo a pele oleosa causada por alterações nos hormônios é difícil de controlar.

A melhor prevenção para a pele oleosa é o indivíduo encontrar uma rotina consistente de cuidados com a pele que funcione e cumpri-la.

Quando a pele oleosa surge, pode ser tentador escondê-la com maquiagem. No entanto, certos produtos, principalmente os derivados de óleo, podem piorar os sintomas ou obstruir os poros.

A maquiagem à base de água pode ser a melhor opção para alguns, enquanto outros acham que não usar maquiagem funciona melhor para a pele.

Muitas pessoas também dizem que sua dieta é o que impede sua pele de agir. Pode ajudar a manter-se hidratado, evitar alimentos gordurosos e gorduras trans e fazer uma dieta equilibrada, repleta de alimentos integrais.

Categorias
Sem categoria

Cárie Dentária

A cárie dentária (cárie dentária) é o dano ao dente que pode ocorrer quando bactérias causadoras de cárie em sua boca produzem ácidos que atacam a superfície do dente, ou esmalte. Isso pode levar a um pequeno orifício no dente, denominado cárie. Se a cárie não for tratada, pode causar dor, infecção e até mesmo a perda do dente.

Pessoas de todas as idades podem ter cáries assim que os tiverem – desde a infância até a terceira idade.

Crianças pequenas correm o risco de ter “cáries na primeira infância”, às vezes chamadas de cáries de mamadeira, que são cáries severas nos dentes de leite.

Como muitos adultos mais velhos apresentam retração gengival, o que permite que bactérias causadoras de cárie entrem em contato com a raiz do dente, eles podem apresentar cáries nas superfícies expostas da raiz dos dentes.

Causas

Quando bactérias causadoras de cáries entram em contato com açúcares e amidos de alimentos e bebidas, elas formam um ácido. Este ácido pode atacar o esmalte do dente causando a perda de minerais.

Isso pode acontecer se você comer ou beber com frequência, especialmente alimentos e bebidas que contenham açúcar e amidos. Os ciclos repetidos desses “ataques de ácido” farão com que o esmalte continue a perder minerais. Com o tempo, o esmalte enfraquece e depois é destruído, formando uma cavidade.

Sintomas

No início da cárie dentária, geralmente não há sintomas. Com o avanço da cárie dentária, ela pode causar dor de dente (dor de dente) ou sensibilidade dentária a doces, calor ou frio. Se o dente infeccionar, pode se formar um abscesso ou bolsa de pus que pode causar dor, inchaço facial e febre.

Diagnóstico

A cárie dentária pode ser detectada durante um check-up dentário regular. A cárie dentária precoce pode parecer uma mancha branca no dente. Se a cárie for mais avançada, pode aparecer como uma mancha mais escura ou um buraco no dente. O dentista também pode verificar se há áreas moles ou pegajosas nos dentes ou fazer um raio-x, que pode mostrar cáries.

Tratamento

Os dentistas geralmente tratam as cáries obtendo-as. O dentista removerá o tecido dentário cariado e restaurará o dente preenchendo-o com um material obturador .

Dicas úteis

Aqui estão algumas coisas que você pode fazer para prevenir a cárie dentária:

  • Use flúor, um mineral que pode prevenir a progressão da cárie dentária e até mesmo reverter ou interromper a cárie precoce. Você pode obter flúor por
    • Escovação com creme dental com flúor.
    • Beber água da torneira com flúor.
    • Usando enxágue bucal com flúor.
  • Tenha uma boa rotina de higiene bucal. Escove os dentes duas vezes ao dia com um creme dental com flúor e limpe regularmente entre os dentes com fio dental ou outro limpador interdental (entre os dentes).
  • Faça escolhas alimentares inteligentes que limitem os alimentos ricos em açúcares e amidos. Faça refeições nutritivas e balanceadas e limite os lanches.
  • Não use produtos de tabaco, incluindo tabaco sem fumaça. Se você usa tabaco atualmente, considere parar.
  • Consulte um dentista para check-ups regulares e limpezas profissionais.

Uma nota para os pais: Visite uma boca saudável para seu bebê e o processo de cárie dentária: como reverter e evitar cáries , para aprender como cuidar dos dentes de seu bebê e de seus filhos, incluindo informações sobre quando começar a usar pasta de dente com flúor. Além disso, quando os (segundos) dentes permanentes de seu filho aparecerem, converse com seu dentista sobre selantes. Eles cobrem as superfícies de mastigação dos dentes e podem ajudar a prevenir a cárie.

Categorias
Sem categoria

Tipos de Aparelhos Dentários

BARRA TRANSPALATAL / NANCE / ARCO LINGUAL

Os aparelhos de barra transpalatina / Nance / arco lingual são usados ​​nos arcos superior e inferior para manter o espaço. Primeiramente, eles são colocados em pacientes que estão na dentição de transição (nem todos os dentes adultos irromperam), para manter espaço no arco para a erupção dos dentes permanentes. Nos casos em que for adequado o uso deste aparelho, ele fará parte da fase inicial do tratamento ortodôntico.

tpa2

A barra transpalatina / Nance é uma barra de metal presa ao lado da língua das bandas dos primeiros molares superiores e moldada ao longo do céu da boca, podendo ou não ter acrílico. A barra transpalatina ajuda a manter a largura da arcada dentária. Normalmente usamos este aparelho para pacientes com dente permanente impactado, e sugere-se a exposição desse dente.

tpa3

O arco lingual é uma barra de metal que é presa ao lado da língua das bandas dos primeiros molares inferiores e encaixada atrás dos dentes. Este aparelho é recomendado quando os dentes de leite são perdidos prematuramente, para que o espaço seja mantido.

bionator

BIONATOR

O bionator é um aparelho removível usado para ajudar a corrigir uma “sobremordida”, promovendo o crescimento da mandíbula. Nos casos em que for adequado o uso deste aparelho, ele fará parte da fase inicial do tratamento ortodôntico.

Como um bionador é principalmente um aparelho ortopédico que influencia o crescimento do osso, o aparelho deve ser usado durante um período de crescimento máximo. Geralmente, quanto mais jovem for a idade do paciente quando é usado, mais mudanças são observadas ao longo de um período de crescimento.

Se o paciente não crescer durante o uso do bionador, apenas mudanças na posição do dente serão vistas. Quando um paciente atinge o estágio que chamamos de maturidade esquelética, este aparelho não é mais eficaz em influenciar o crescimento da mandíbula.

Pontos chave

  • O bionator deve ser usado o tempo todo, exceto durante as refeições ou escovação; o uso consistente é a chave.
  • A mandíbula inferior deve ser trazida para a frente em uma posição “sentada”.
  • Escove seu bionator pelo menos uma vez por dia.
biteplane

BITEPLANE

O plano de mordida é um aparelho usado para reduzir uma sobremordida profunda, em que os dentes frontais superiores se sobrepõem excessivamente aos dentes anteriores inferiores. Ele age impedindo o paciente de morder os dentes de trás até o fim. Isso permite que os dentes posteriores surjam naturalmente, o que reduz a sobreposição dos dentes anteriores.

O plano de mordida é feito de arame e acrílico, que pode ser removível ou cimentado por um ortodontista. O plano de mordida removível é mais eficaz quando usado o tempo todo . A qualidade do nosso resultado final e a conclusão do tratamento dentro do prazo depende do paciente usar o plano de mordida de forma consistente.

Pontos chave

  • Use o plano de mordida o tempo todo, exceto ao escovar ou comer.
  • Tenha cuidado ao comer; alguns dentes podem bater de ponta a ponta.
  • Certifique-se de manter o plano de mordida limpo, escovando-o pelo menos uma vez por dia.
bitesplint

BITESPLINT

Um bitesplint é um bocal de borracha de ajuste personalizado usado nos dentes inferiores. Um bitesplint é usado principalmente para ajudar na correção de uma mordida cruzada (dentes superiores dentro dos dentes inferiores) e é usado junto com aparelhos superiores. Este aparelho evita que o paciente morda completamente e permite que o dente ou dentes em mordida cruzada sejam movidos para a posição correta.

Pontos chave

  • Use o bitesplint o tempo todo, exceto ao comer ou escovar os dentes.
  • Tenha muito cuidado ao comer. Seus dentes podem estar batendo de ponta a ponta e com tendência a lascar.
  • Escove seu bitesplint pelo menos uma vez por dia.
  • Não beba refrigerantes ou coma doces enquanto a bitesplint estiver no lugar.
expansor tipo ventilador

EXPANSOR TIPO VENTILADOR

O expansor em forma de leque alarga a frente do arco superior sem alargar a parte de trás.

Conforme mostrado na ilustração, o expansor em forma de leque é composto por bandas de metal colocadas nos molares de seis anos, que são fixadas por meio de barras de metal ao corpo principal do aparelho. O corpo principal do aparelho é unido ao centro por um parafuso de expansão.

Uma vez que um expansor é principalmente um aparelho ortopédico (influencia o crescimento do osso), quanto mais jovem for a idade do paciente quando for usado, mais rápida e estável será a correção.

Pontos chave

  • Ative o expansor girando o parafuso de expansão com uma “chave”.
  • A expansão normalmente é concluída em 2 a 3 semanas.
  • O expansor deve permanecer no local por cerca de 6 meses para evitar que os dentes voltem à posição original.
retentor lingual fixo

RETENTOR LINGUAL FIXO

Os retentores linguais fixos são fios colados atrás dos dentes anteriores superiores e / ou inferiores, no dia da remoção do aparelho ortodôntico. O fio inferior é colado no lugar para estabilizar os dentes frontais inferiores durante a fase de retenção do tratamento. Esse fio permanece na boca por pelo menos dois anos, mas o ideal é que ele permaneça enquanto o paciente conseguir manter limpa a parte posterior dos dentes anteriores inferiores.

retentor lingual fixo

Quando uma contenção fixa é usada na arcada superior, geralmente fica atrás dos dois dentes frontais superiores. Isso é normalmente usado para pacientes que tinham um grande espaço entre os dentes anteriores antes do tratamento ortodôntico. O retentor lingual fixo superior deve permanecer no lugar o máximo possível ou até que seu dentista recomende que seja removido.

Forsus Springs

FORSUS SPRINGS

As molas do forro são usadas nos casos em que os dentes superiores estão à frente do encaixe adequado com os dentes inferiores. Eles têm quase o mesmo efeito que os elásticos e são usados ​​principalmente quando os pacientes demonstraram não cooperar com o uso de elásticos e / ou arnês.

Eles NÃO são um substituto para o capacete. Se o desgaste do arnês for insuficiente, as molas Forsus podem oferecer um meio-termo aceitável. As molas do forso são usadas como um segundo recurso porque os elásticos geralmente são mais confortáveis ​​de usar e permitem uma escovação mais fácil.

As molas do forso são usadas em conjunto com os suspensórios superior e inferior e são colocadas por um ortodontista. Eles são mantidos no lugar por tubos nos molares superiores e presos ao arco inferior. As molas funcionam EXTREMAMENTE bem porque não são removíveis e garantem uma força constante nos dentes.

Pontos chave

  • As molas do forso causarão algum desconforto nos primeiros dias.
  • Eles geralmente são usados ​​por três a quatro meses.
  • Escove cuidadosamente as molas para manter tudo limpo.
  • Seja especialmente cuidadoso com sua dieta para evitar entortar ou quebrar as molas.
suspensórios

SUSPENSÓRIOS

Chaves são o mecanismo que usamos para “controlar os dentes”. Em outras palavras, eles apenas fornecem um acessório com o qual podemos agarrar e mover os dentes. Tradicionalmente, braquetes completos envolvem bandas que são colocadas nos dentes molares (que envolvem inteiramente o dente) e braquetes colados a todos os outros dentes. Um tipo especial de cola é usado para colar os braquetes aos dentes. É forte o suficiente para manter o aparelho ortodôntico durante o tratamento, mas deve ser fraco o suficiente para que o aparelho possa ser removido quando o tratamento for concluído.

A higiene oral, incluindo escovação e uso do fio dental, é EXTREMAMENTE importante durante o cuidado ortodôntico. Os aparelhos fixados nos dentes fornecem muitos mais locais para o acúmulo de partículas de alimentos e placas. Esses detritos são fáceis de remover com uma escovagem e um fio dental completos e adequados. Sem higiene adequada, o paciente corre o risco de desenvolver descalcificação (manchas brancas) nos dentes, cáries e tecido gengival inchado e crescido.

A foto acima ilustra um tipo de aparelho que oferecemos. Em cada consulta, podem ser escolhidos “laços” de cores diferentes, que prendem o arco ao colchete. Para adolescentes e adultos maduros, também oferecemos braquetes de cerâmica. Esses suportes são menos perceptíveis porque são da mesma cor do seu dente. Lembre-se, porém, de que os arcos passando pelos colchetes ainda estarão visíveis.

capacete

CAPACETE

Este aparelho dentário bh é usado quando há uma diferença de crescimento entre os maxilares superior e inferior, de modo que os dentes superiores e a mandíbula estão muito à frente dos dentes inferiores e da mandíbula. Esta condição é frequentemente responsável pelo aparecimento de dentes frontais superiores protruídos ou “dentes salientes” e também pode causar uma sobreposição vertical excessiva dos dentes anteriores ou “mordida profunda”.

Este aparelho também pode ser usado para evitar que os dentes posteriores superiores deslizem para a frente durante o fechamento do espaço em pacientes que tiveram extrações para correção de mordida. O arnês usa a nuca (veja a foto) como uma “âncora” para corrigir essa relação. A parte interna do arnês desliza em tubos na lateral dos primeiros dentes molares.

Pontos chave

  • Use o arnês pelo menos 14 horas por dia. Em outras palavras, depois da escola, depois do jantar e a noite toda enquanto você dorme.
  • Quanto mais consistentemente você usar o arnês, menos tempo total precisará para usá-lo.
  • Os pacientes que usam o arnês de maneira adequada geralmente podem terminar o uso em um ano.
  • Seja gentil ao remover e inserir o arnês. Se uma banda molar ficar solta, ligue o mais rápido possível para repará-la.
  • Lembre-se de trazer seu capacete ao nosso escritório em todas as visitas para quaisquer ajustes necessários.
retentor de mola inferior

RETENTOR DE MOLA INFERIOR

Nos casos em que há acúmulo de placa e cálculo e / ou problemas de higiene com gengivas inchadas, pode ser recomendado o uso de um retentor de mola inferior. Também usamos este retentor quando há uma pequena recaída na movimentação dentária.

Este é um pequeno fio removível e retentor de acrílico que se encaixa sobre os dentes frontais inferiores. O retentor de mola inferior pode ser usado simplesmente para manter o alinhamento dos dentes ou para corrigir ligeiras rotações ou curvaturas.

expansor palatino

EXPANSOR PALATAL

No campo da Ortodontia, nenhum aparelho é mais eficaz na expansão da arcada superior (superior). Um expansor palatino é nossa primeira escolha para pacientes que requerem um aumento na largura da arcada dentária superior. Isso não apenas corrige as mordidas cruzadas, mas também cria o espaço necessário quando há aglomeração.

Os expansores de palato usam dois ou quatro dentes para se ancorarem no lugar e, girando um pequeno parafuso (mostrado no centro), somos capazes de expandir a mandíbula superior em até 3/4 de polegada! O objetivo do aparelho não é apenas separar os dentes, mas também separar os ossos do palato.

Visto que um expansor de palato é principalmente um aparelho ortopédico (influenciando o crescimento ósseo), quanto mais jovem for a idade do paciente quando for usado, mais rápida e estável será a correção. Quando um paciente atinge o estágio que chamamos de maturidade esquelética (aproximadamente 16 anos para meninas e para meninos por volta dos 18), os dois ossos que compõem a mandíbula superior se fundem e a expansão por meio da ortopedia é extremamente difícil sem assistência cirúrgica.

Pontos chave

  • A expansão geralmente é concluída em duas a três semanas.
  • O expansor deve permanecer no local por cerca de seis meses. Isso dá tempo para o osso cicatrizar. Se o expansor for removido muito cedo, os ossos e os dentes irão colapsar novamente.
  • É completamente normal, e até desejável, que se forme um espaço entre os dois dentes frontais superiores durante a expansão. É um sinal de que os dois ossos que compõem o palato foram efetivamente separados.
  • Mantenha seu expansor limpo com uma escovação cuidadosa.
pendex

PENDULUM / PENDEX

O aparelho pendulum / pendex é usado principalmente nos casos em que os molares superiores estão muito à frente e precisam ser movidos para trás. O objetivo é fazer com que os dentes superiores se encaixem corretamente nos inferiores.

Conforme mostrado na ilustração, o aparelho pêndulo / pendex é composto por faixas colocadas nos primeiros molares, que por sua vez são presas por meio de um fio enrolado ao corpo principal do aparelho. O corpo principal do aparelho é feito de plástico, que pode ter um parafuso de expansão. O corpo do aparelho é ancorado no lugar por colagem na superfície de mastigação dos dentes na frente dos molares.

Se o aparelho possuir um parafuso de expansão, a ativação do parafuso permite que os molares sejam movidos para fora enquanto o fio espiral os move para trás.

Pontos chave

  • Normalmente permanece no local por três a seis meses.
  • Este aparelho normalmente fará parte da fase inicial do tratamento.
  • Preste atenção para manter todas as peças do aparelho limpas com uma escovagem suave.
arnês de tração reversa

CAPACETE DE TRAÇÃO REVERSA

Um arnês de tração reversa é usado para corrigir más oclusões esqueléticas de Classe III, o que significa que a mandíbula superior é menos proeminente do que a inferior. Em outras palavras, a mandíbula superior fica para trás ou a mandíbula inferior para a frente. Uma “sobremordida” dentária comumente acompanha essa relação da mandíbula. Isso significa que os dentes frontais inferiores estão na frente dos dentes frontais superiores.

O objetivo do arnês de tração reversa é estimular o crescimento para a frente da mandíbula superior, o que pode corrigir a sobremordida e melhorar a aparência facial.

É mais comum usar este aparelho em uma idade muito jovem; na verdade, quanto mais jovem, melhor! Em alguns casos que eventualmente exigiriam cirurgia da mandíbula, ela pode ser evitada com o uso apropriado e consistente do arnês.

Pontos chave

  • O sucesso com o arnês de tração reversa depende da sua cooperação.
  • É fundamental usar o capacete pelo menos 14 horas por dia . Use-o depois da escola, depois do jantar e durante toda a noite. Quanto mais consistentemente você usar o arnês, menos tempo total precisará para usá-lo.
  • Lembre-se de trazer seu capacete de tração reversa ao escritório em todas as visitas para quaisquer ajustes que possam ser necessários.
  • Se você ficar sem elásticos ou tiver um molar solto, ligue para nós o mais rápido possível.
elásticos

BANDAS DE BORRACHA

Os elásticos são o principal mecanismo que usamos para mover os dentes para que eles se encaixem corretamente de cima para baixo. Eles podem ser usados ​​em qualquer número de configurações. Os elásticos são presos com ganchos que fazem parte dos suportes ou dos elásticos.

Lembre-se sempre de que o aparelho apenas nos dá uma maneira de “agarrar” os dentes. São os elásticos e os fios que movem os dentes. A fase elástica do tratamento é a que mais demora no paciente médio. Lembre-se de que os elásticos movem apenas os dentes; no entanto, se você sentir algum desconforto na articulação da mandíbula, informe-nos.

A qualidade do nosso resultado final e a conclusão do tratamento dentro do prazo depende do paciente seguir as instruções para usar elásticos com precisão. Na maioria dos instantes, isso significa o tempo todo . Para quem busca o máximo de estética, temos elásticos na cor dos dentes. Para quem quer se destacar na moda, temos cores divertidas.

separadores

SEPARADORES

Os separadores são pequenos anéis de borracha ou metal colocados entre os contatos dos dentes. Seu objetivo é criar um espaço entre os dentes para permitir a colocação de bandas nos dentes molares.

Os separadores são colocados cinco a dez dias antes do início do compromisso. Inicialmente, eles podem causar um pequeno desconforto. Os pacientes às vezes dizem que parece um pedaço de carne preso entre os dentes.

Durante este período, pedimos ao paciente que evite alimentos pegajosos ou mastigáveis ​​para evitar que se desloquem. Você precisará verificá-los periodicamente e, se eles caírem, entre em contato com nosso escritório para determinar se eles precisam ser substituídos.

esporas de língua

TONGUE SPURS

O esporão lingual é usado nos casos em que o paciente tem um forte hábito de empurrar a língua ou de chupar o dedo, o que pode causar uma mordida aberta (os dentes anteriores superiores não encontram os inferiores durante a mordida). As esporas de língua ajudarão o paciente a retreinar sua língua ao engolir ou impedir que o paciente chupe confortavelmente o polegar.

esporas de língua

As pontas da língua são pequenos fios de metal em forma de gancho colocados atrás dos dentes frontais inferiores. Eles podem ser colados individualmente nos dentes frontais inferiores, conforme mostrado, ou podem ser presos a um fio que é conectado aos primeiros molares.

As esporas permanecerão na boca até que o paciente tenha treinado novamente sua língua e interrompido o hábito prejudicial. A continuação de empurrar a língua ou outros hábitos dos dedos é uma das principais causas de atrasos no tratamento, falha e recidiva de retenção.

suportes turbo

SUPORTES TURBO

Os turbo braquetes são aparelhos usados ​​para reduzir uma sobremordida profunda, em que os dentes frontais superiores se sobrepõem excessivamente aos dentes anteriores inferiores. Esses aparelhos funcionam impedindo o paciente de morder os dentes de trás até o fim; isso permite que os dentes posteriores surjam naturalmente, reduzindo assim a sobreposição dos dentes anteriores.

Os turbo suportes são pequenos suportes de metal cimentados atrás dos dois dentes frontais superiores. Eles são extremamente eficazes porque não podem ser removidos. No entanto, podem causar dificuldade durante a alimentação, no início. Recomendamos comer alimentos moles durante essa transição e esperamos que os dentes posteriores se juntem ao longo de alguns meses.

Pontos chave

  • Informe-nos se você joga futebol ou luta livre, porque os turbos não devem estar no lugar durante esportes de contato intenso.
  • Tenha certeza de que seus dentes de trás se tocarão novamente.
  • Tente não esmerilhar ou roer seus suportes turbo.
retentores superiores

RETENTORES SUPERIORES (REMOVÍVEIS)

A capa deslizante ou retentor Essix (plástico transparente) é o primeiro retentor inicial que a maioria dos pacientes recebe no dia em que os aparelhos são removidos. O retentor da tampa deslizante deve ser usado o tempo todo até que o paciente receba um retentor Hawley.

Esses retentores mantêm efetivamente o alinhamento dos dentes, ao mesmo tempo que permitem o movimento controlado e minucioso dos dentes, que os ortodontistas chamam de “assentamento”. Quando usado conforme as instruções, a mordida na verdade melhora nas primeiras semanas críticas após a remoção do aparelho.

Os retentores são realmente tão importantes quanto os aparelhos no resultado a longo prazo do tratamento ortodôntico. E SIM, a retenção é um compromisso para a vida toda. Demonstrou-se que o deslocamento e o apinhamento dos dentes fazem parte do processo normal de envelhecimento. Seus retentores permitem que você mantenha seu sorriso jovem por muito tempo depois que a natureza o desejou.

Lembre-se, porém, de que seus dentes estarão mais retos no dia em que o aparelho for retirado. É normal ter algumas pequenas mudanças no alinhamento, mesmo com o desgaste perfeito do retentor. Para manter essas alterações em um mínimo absoluto, use seu (s) retentor (es) conforme as instruções.

Siga cuidadosamente as nossas instruções de uso, cuidado e manutenção. Iremos aconselhá-lo sobre quaisquer instruções especiais para o seu caso específico.

arco utilitário

ARCO UTILITÁRIO

Antes que o aparelho ortodôntico possa ser colocado em todos os dentes, geralmente precisamos criar espaço e corrigir a sobremordida (sobreposição vertical excessiva dos dentes anteriores). Uma maneira de conseguir isso é colocando arcos utilitários superiores e / ou inferiores. Esses são fios que vão diretamente dos molares aos dentes da fonte e contornam os pré-molares.

Às vezes, começamos o tratamento unindo apenas os primeiros molares e os quatro dentes anteriores e usamos arcos utilitários para começar a alinhar os dentes e corrigir a sobremordida. Outras vezes, usamos os arcos utilitários em conjunto com chaves completas

Categorias
Sem categoria

Lipo nas Pernas

Quando pensamos em lipoaspiração, muitas vezes pensamos no abdômen. No entanto, existem outras áreas do corpo humano que podem se beneficiar de um procedimento de lipoaspiração, incluindo as pernas. Você tem lutado com o excesso de gordura nas pernas e os exercícios não estão ajudando muito? Descubra por que a gordura das pernas pode ser particularmente resistente e como a lipoaspiração pode ajudar abaixo!

Por que a gordura da perna pode ser tão difícil de remover com dieta e exercícios?

A gordura das pernas pode ser muito persistente, isso é algo com o qual a maioria das pessoas está familiarizada. A quantidade de gordura localizada nas pernas pode ser determinada por seus genes, portanto, o acúmulo de gordura nas pernas também pode ser causado por uma predisposição genética, bem como por sobrepeso.

Outro problema com a gordura da perna é o fato de ser principalmente superficial. As pernas não possuem compartimentos profundos onde o excesso de gordura possa ser armazenado, fazendo com que a gordura venha à tona rapidamente.

Dieta e exercícios físicos podem certamente ajudar a reduzir a quantidade de gordura nas pernas, entretanto, isso depende do seu tipo de corpo. Pacientes que já têm predisposição para gordura nas pernas acharão muito mais difícil remover o excesso de gordura por meio de exercícios e dieta. A lipoaspiração de perna pode fornecer a solução para gordura persistente e localizada nas pernas.

Certas áreas são mais propensas ao acúmulo de gordura do que outras. A parte interna e externa das coxas são especialmente propensas e, freqüentemente, notavelmente resistentes à perda de peso e aos exercícios. Portanto, muitos pacientes procuram a cirurgia de lipoaspiração para remover os depósitos de gordura dessas áreas do corpo.

Que tipo de procedimento de lipoaspiração é usado para gordura da perna?

A técnica mais comum usada para lipoaspiração de perna é Vaser 360 Leg Contouring. As pernas podem ser uma área muito delicada, então Vaser é muito mais benéfico do que as técnicas tradicionais de lipoaspiração. Com o Vaser 360 Leg Contouring, o cirurgião pode tratar as pernas circunferencialmente, o que significa que pode tratar a perna com uma rotação completa de 360 ​​graus.

A maioria dos pacientes que vem à clínica para lipoaspiração de perna será tratada com a técnica Vaser 360 Leg Contouring, uma vez que é menos invasiva do que outros procedimentos de cirurgia estética . Vaser é uma técnica que pode dizer a diferença entre a gordura e tecidos importantes, o que significa que há consideravelmente menos chance de trauma após o procedimento.

O que é lipoaspiração da perna?

A lipoaspiração da perna é um procedimento de lipoaspiração realizado abaixo dos joelhos. O procedimento pode ser executado em uma ou ambas as pernas. O procedimento tem o mesmo objetivo da lipoaspiração geral da perna, mais especificamente, remover as gorduras persistentes das áreas selecionadas.

EU PODERIA SER UM BOM CANDIDATO PARA LIPOASPIRAÇÃO DE PERNA?

Pacientes que armazenam uma quantidade considerável de gordura nas coxas e têm tentado eliminá-la com dieta e exercícios sem muito sucesso são bons candidatos para o procedimento de lipoaspiração de perna. Muitos pacientes que buscam a remoção cirúrgica de gordura geralmente tentam primeiro perder a gordura com dieta e exercícios, mas descobrem que a gordura é muito persistente.

Fazer uma lipoaspiração nas pernas pode melhorar sua autoestima e permitir que você use as roupas que sempre quis com mais confiança. Embora a cirurgia estética não seja realizada por motivos psicológicos, agora sabemos que muitas vezes é realizada para auto-estima.

A lipoaspiração de perna também pode ser um bom procedimento para pacientes que têm trabalhado para tornar as pernas tonificadas, mas tiveram pouco sucesso em fazê-lo. Algumas gorduras podem ser muito teimosas, mesmo com uma boa dieta e exercícios regulares. A lipoaspiração nas pernas, portanto, também é uma boa opção para pacientes em boas condições físicas, mas com teimosos problemas de gordura nas pernas. Se houver celulite, o Dr. Lanzer pode recomendar o dispositivo Cellulaze.

Como o contorno da perna do Vaser 360 é executado?

O Vaser 360 Leg Contouring pode ser executado na parte interna, externa, frontal e posterior das coxas. Durante o procedimento, o cirurgião utilizará uma tecnologia especial de ultra-som, que visa quebrar as células de gordura persistentes na camada subcutânea da pele. Uma vez que a gordura foi quebrada, o cirurgião pode removê-la da perna na forma líquida.

Para retirar a gordura da perna, o cirurgião precisa inserir um pequeno tubo na área que contém a gordura localizada. O pequeno tubo usado no procedimento costuma ser chamado de cânula, uma ferramenta avançada que permite ao cirurgião remover a gordura da perna com o mínimo de interrupção.

Depois que a cânula é inserida na área-alvo, ela emitirá pulsos de energia que visam especificamente as células de gordura. A quebra das células de gordura irá efetivamente separá-las de tecidos importantes, como nervos e vasos sanguíneos. Uma vez que a gordura esteja completamente quebrada, o cirurgião removerá a gordura por meio de uma sucção suave.

O Dr. Lanzer tem acesso a muitos outros dispositivos e fará o seu procedimento específico. Ele usa lipólise a laser e lipoescultura vibratória MicroAire.

Descubra as vantagens da lipoaspiração de pernas!

Uma quantidade cada vez maior de pacientes agora opta por procedimentos de lipoaspiração de pernas. Com este método, a gordura é removida da parte externa da coxa, na parte frontal da coxa e na parte medial da coxa e na parte interna dos joelhos.

Se você está procurando perder áreas isoladas de gordura, consulte o Dr. Lanzer gratuitamente.

Posso fazer lipoaspiração nas pernas e tornozelos?

Sim, o método pode ser usado para tratar panturrilhas e tornozelos. Normalmente há uma protuberância de gordura logo abaixo do joelho. Dada a localização dessa gordura, os pacientes podem ter dificuldade em removê-la por meio de dieta e exercícios.

Quais são os benefícios da lipoaspiração Vaser?

A lipoaspiração Vaser é um procedimento de cirurgia estética muito benéfico  e também é usada em outras partes do corpo. Também permite ao cirurgião tratar a gordura corporal em áreas muito pequenas, levando a um tratamento mais preciso e com melhores resultados.

Além de proporcionar ótimos resultados aos pacientes, a lipoaspiração Vaser  também reduz o tempo de inatividade após o procedimento. Vaser e MicroAire podem causar menos hematomas do que a lipoaspiração tradicional e os pacientes sentirão apenas um leve desconforto por alguns dias após a realização do procedimento.

O que devo esperar após o procedimento?

Como mencionado antes, a maioria dos pacientes sentirá um leve desconforto após o procedimento. Também pode haver alguns hematomas leves, que geralmente desaparecem algumas semanas após o procedimento. A maioria dos pacientes deve usar uma cinta de compressão especial para reduzir alguns hematomas e inchaços decorrentes do procedimento, mas também para ajudar a área a se adaptar ao seu novo formato após o procedimento de esculpir.

A maioria dos pacientes pode deixar a clínica do Dr. Lanzer imediatamente após o procedimento de Vaser. No entanto, antes de partir, você será avaliado pelo Dr. Lanzer e pela equipe médica. Você também receberá muitas informações sobre os cuidados posteriores antes e depois do procedimento, de modo que estará totalmente ciente do que esperar depois de concluir o procedimento.

A maioria dos pacientes que fizeram o Vaser 360 Leg Contouring sentem apenas uma pequena dor, que pode ser tratada de forma eficaz com analgésicos de venda livre. O Dr. Lanzer também pode prescrever alguns medicamentos para a dor ou antibióticos, dependendo da sua situação.

Os pacientes que ainda têm dúvidas sobre o tratamento posterior são mais do que bem-vindos a entrar em contato com a clínica para obter mais informações. Também temos várias páginas de informações em nosso site que podem lhe dar mais informações sobre os procedimentos realizados na clínica do Dr. Lanzer e algumas fotos antes e depois de certos procedimentos realizados pelo Dr. Lanzer.

Se você recebeu anestesia geral para o procedimento, evite tomar decisões importantes por pelo menos vinte e quatro horas. É claro que nem todas as lipoaspirações tumescentes são feitas sob anestesia geral, mas é importante levar em consideração esse fator. 

A lipoaspiração na perna deixa cicatrizes?

Como as incisões são necessárias para realizar uma lipoaspiração na perna, os pacientes devem esperar algum tipo de cicatriz após o tratamento. No entanto, o Dr. Lanzer pretende manter as cicatrizes ao mínimo após um procedimento; isso fazendo as incisões em locais estratégicos. Se, no entanto, você tiver alguma dúvida ou preocupação sobre cicatrizes, recomendamos que você transmita suas preocupações ao Dr. Lanzer antes que o procedimento seja realizado.

Quanto custa a lipoaspiração de perna?

Os preços da lipoaspiração de perna costumam ser diferentes para cada paciente, pois a quantidade de gordura a ser retirada e as necessidades individuais do paciente também podem ser diferentes. Portanto, os pacientes podem obter um orçamento mais preciso entrando em contato com o Dr. Lanzer por e-mail ou usando a consulta gratuita oferecida gratuitamente pela Clínica Dr. Lanzer.

Onde posso ver as fotos de lipoaspiração de perna antes e depois?

Os pacientes podem encontrar inúmeras fotos de antes e depois da lipoaspiração de perna na Clínica Dr Lanzer. Estas fotografias foram obtidas de pacientes que obtiveram tratamento em nossa clínica. Obviamente, os resultados podem variar de paciente para paciente, portanto, sempre fale com o Dr. Lanzer sobre os resultados que você pode esperar.

As fotografias apresentadas no site podem divergir ligeiramente da imagem original; isso pode ser causado pela geração de cores do seu monitor, bem como pela quantidade de luz na fotografia tirada.

Como faço para entrar em contato com a clínica do Dr. Lanzer para uma consulta de lipoaspiração de perna?

Você está lutando contra a persistência de gordura nas coxas? Você gostaria de saber se a lipoaspiração de perna pode fornecer uma solução mais duradoura? Marque uma consulta na clínica do Dr. Lanzer para discutir suas opções com nossa equipe médica ou com o próprio Dr. Lanzer

Para marcar sua consulta para lipoaspiração de perna, você pode usar qualquer um dos métodos de contato disponíveis no site. Os pacientes podem entrar em contato conosco sobre lipoaspiração na perna por telefone, e-mail ou através do formulário de contato do site.

Categorias
Sem categoria

Tratamentos para Celulites

Se a celulite incomoda você, você não está sozinho. Nosso desejo de se livrar – ou pelo menos diminuir – a celulite levou a muitas opções de tratamento. Com tantos tratamentos disponíveis, pode ser difícil saber o que funciona, se é que funciona.

Para descobrir, os dermatologistas têm conduzido pesquisas. Você ficará feliz em saber que a pesquisa mostra que alguns tratamentos podem tornar a celulite menos perceptível – pelo menos por um tempo. Aqui está o resumo.

Melhores resultados de acordo com estudos de pesquisa

Terapia de ondas acústicas

Conclusão:  Estudos mostram que isso pode reduzir o aparecimento de celulite. Várias sessões de tratamento são necessárias para ver uma redução.

Tratamento a laser

Diferentes tipos de tratamentos a laser são usados ​​para tratar a celulite.

Durante um tratamento a laser minimamente invasivo chamado Cellulaze ™, uma pequena fibra de laser é inserida sob a pele. Quando o laser é disparado, a energia do laser rompe as faixas resistentes sob a pele que nos fazem ver a celulite. Este tratamento também pode engrossar a pele, o que é importante. A pele freqüentemente fica mais fina onde a celulite se forma. Engrossar a pele pode ajudar a reduzir o aparecimento de celulite.

Mulher fazendo terapia por ondas acústicas

Conclusão:  Cellulaze ™ pode reduzir a aparência da celulite. Os pacientes estão vendo resultados que duram um ano ou mais. Mais pesquisas são necessárias para saber com certeza o quão útil esse laser pode ser.

Com outros tratamentos a laser, alguns pacientes observaram menos celulite. Os resultados podem durar 6 meses ou mais; entretanto, um pouco de ondulação geralmente retorna.

Subcisão

Chamado Cellfina ™, este procedimento médico envolve a inserção de uma agulha sob a pele pelo dermatologista para romper as faixas duras sob a pele que nos causam o aparecimento de celulite.

Conclusão:  Cellfina ™ demonstrou reduzir as ondulações na pele que você vê na celulite. Em um estudo com 232 pacientes, 99% deles disseram estar satisfeitos com os resultados. Os resultados podem durar 2 anos e possivelmente mais.

Liberação de tecido precisa assistida por vácuo

Isso também quebra as faixas duras que nos levam a ver celulite. Durante este procedimento, seu dermatologista usará um dispositivo que contém pequenas lâminas para cortar as bandas duras. Depois que as bandas são cortadas, o tecido se move para cima para preencher e eliminar a pele com covinhas.

Conclusão:  Este pode ser um tratamento eficaz para reduzir a celulite. Um pequeno estudo mostra que muitos pacientes que receberam este tratamento tiveram menos celulite por até 3 anos. É muito cedo para dizer, mas os resultados podem durar ainda mais.

Celulite é diferente de gordura

A celulite é diferente da gordura. O tratamento que pode remover gordura com eficácia geralmente não tem efeito sobre a celulite.

Perda de peso

Resumindo:  peso extra pode tornar a celulite mais visível. Para algumas pessoas, perder peso e manter um peso saudável reduz a quantidade de celulite que observam. Se você desenvolver pele flácida enquanto perde peso, entretanto, a celulite pode se tornar mais perceptível.

Exercício

Resumindo:  ter mais músculos faz com que sua pele pareça mais lisa e firme. Substituir gordura por músculo também pode tornar a celulite menos perceptível.

Evidências de que o tratamento pode funcionar

Carboxiterapia

Durante esse procedimento médico, o gás dióxido de carbono (CO2) é inserido logo abaixo da pele. O CO2 difere do monóxido de carbono, que pode ser mortal. Os possíveis efeitos colaterais da carboxiterapia são desconforto durante o tratamento e hematomas temporários.

Conclusão: os  primeiros estudos mostram que as mulheres podem ver menos celulite. Em um estudo, 10 mulheres receberam 8 tratamentos. Após esses tratamentos, os pesquisadores descobriram que as mulheres tinham um pouco menos de celulite.

Cremes e loções

Conclusão: os  pesquisadores descobriram que alguns cremes e loções podem ter um efeito na celulite.

Produtos que contêm cafeína podem desidratar as células, o que pode tornar a celulite menos evidente. Para manter os resultados, você terá que aplicar o produto todos os dias.

Um produto que contém retinol a 0,3% também pode ter algum efeito na celulite. Algumas mulheres que o usaram dizem que veem um pouco menos de celulite. Retinol pode ajudar a engrossar a pele, o que pode reduzir a quantidade de celulite que você vê. Antes de saber se o retinol pode ajudá-lo, você precisará aplicar o produto por 6 meses ou mais.

Se você estiver interessado em experimentar um creme ou loção para celulite, é bom testá-los primeiro em uma pequena área. Algumas pessoas têm uma reação alérgica na pele.

O teste em uma pequena área também é importante porque há relatos de pessoas que ficam ansiosas ou com coração acelerado enquanto usam um produto que contém aminofilina. Pessoas que usam um inalador para asma definitivamente querem evitar o uso de qualquer produto que contenha aminofilina. Mesmo um creme que o contenha pode causar problemas respiratórios.

endermologie®

Disponível em spas, este tratamento utiliza um dispositivo que lhe dá uma massagem profunda, ao mesmo tempo que levanta a sua pele com uma ferramenta tipo aspirador. A Food and Drug Administration (FDA) dos EUA aprovou isso como um dispositivo médico que tem pouco potencial para causar danos. O FDA, no entanto, não disse que funciona.

Pessoas que oferecem endermologie® dizem que uma série de sessões de tratamento são necessárias para ver os resultados. Cada sessão dura cerca de 45 minutos.

Conclusão: os  resultados do estudo variam. Alguns estudos não encontraram nenhuma diferença na celulite entre as mulheres que receberam endermologie® e aquelas que não receberam. Outros estudos mostram que as mulheres que o receberam tiveram uma redução notável. Esses resultados, no entanto, foram temporários.

Se você ver resultados, parece que você deve continuar os tratamentos para continuar vendo os resultados. A celulite tende a retornar em 1 mês após a interrupção do tratamento.

Tratamentos de redução de celulite ionithermie

Se você optar por este tratamento de spa, a celulite será coberta com algas ou argila – e às vezes uma mistura de ambos. Em seguida, os eletrodos são fixados na área. Antes que o técnico saia da sala, a área será envolta em plástico. Durante o tratamento, você sentirá uma leve corrente elétrica. Algumas pessoas dizem que a corrente é dolorosa ou desagradável.

Diz-se que esse tratamento reduz o tamanho da área tratada, o que pode reduzir o aparecimento de celulite.

Resumindo:  sem estudos publicados independentes, é difícil saber se isso funciona. Algumas pessoas dizem que sua pele parece mais tonificada, mas ainda assim vêem celulite. Outros dizem que não notam nenhuma diferença. Se você ver os resultados, eles durarão apenas cerca de 12 a 18 horas.

Frequência de rádio

É um tipo de tratamento que aquece a celulite. Um dispositivo aprovado pela FDA combina radiofrequência com laser, sucção e massagem para combater a celulite.

Conclusão:  estudos recentes sugerem que alguns pacientes vêem um pouco menos de celulite. Esse resultado, no entanto, é de curta duração e vários tratamentos são necessários para ver essa pequena mudança.

Após o tratamento, os hematomas são comuns. Eles desaparecem com o tempo.

Muito cedo para dizer se isso funciona

Lipoaspiração assistida a laser

A lipoaspiração é um procedimento médico invasivo que funciona bem para remover pequenas quantidades de gordura.

Resumindo:  embora a lipoaspiração possa remover gordura indesejada de maneira muito eficaz, ela não é recomendada para se livrar da celulite. Pode tornar a ondulação mais óbvia.

Adicionar um tratamento a laser à lipoaspiração, entretanto, pode ajudar a se livrar da celulite. É muito cedo para dizer se a lipoaspiração assistida a laser é eficaz.

Ultrassom

Uma técnica chamada lipoescultura ultrassônica é um procedimento não invasivo que visa e destrói a gordura. 

Conclusão:  Não há evidências de que o ultrassom sozinho possa reduzir a celulite. Quando combinado com outro tratamento para a celulite, entretanto, o ultrassom pode reduzir a aparência da celulite. É muito cedo para dizer se será eficaz. Mais estudos são necessários.

Não recomendado para o tratamento da celulite

Criolipólise

Este tratamento congela a gordura indesejada para se livrar dela.

Conclusão:  embora possa ser muito eficaz para se livrar de pequenos bolsões de gordura indesejada, atualmente não consegue se livrar da celulite.

Mesoterapia

Durante este procedimento, você recebe uma série de injeções na (s) área (s) com celulite. Diferentes substâncias são injetadas na área, incluindo cafeína, hormônios, enzimas e extratos de ervas. Como cada praticante usa uma mistura única de ingredientes, não há como saber quais ingredientes – se houver algum – são eficazes.

Resumindo:  poucos estudos mostram que isso funciona. Os efeitos colaterais são comuns e incluem vermelhidão e inchaço, nódulos sensíveis sob a pele, infecção, reação alérgica cutânea e alterações cutâneas.

Suplementos

Algumas pessoas dizem que tomar suplementos que contenham ingredientes como cafeína, extrato de semente de uva ou gingko biloba pode reduzir a celulite.

Conclusão:  não há evidências de que qualquer suplemento possa reduzir a celulite.

Um dermatologista pode ajudá-lo a decidir o que é certo para você

Antes de fazer qualquer tratamento cosmético (não medicamente necessário), é sempre melhor consultar um médico que entenda e trate a doença. Seus resultados dependem da habilidade e experiência da pessoa que realiza o tratamento.

Os dermatologistas são especialistas em pele, então eles entendem a pele e o que está logo abaixo dela. Um dermatologista que oferece tratamento para a celulite pode ajudá-lo a decidir qual tratamento pode ser mais eficaz para você e responder às suas perguntas.