Categorias
Sem categoria

Benefícios da cirurgia de rinoplastia

Há uma série de razões para considerar a cirurgia de rinoplastia , nem todas relacionadas com a melhoria da sua aparência, mas certamente, construir autoconfiança pode mudar uma vida. A rinoplastia, mais comumente conhecida como “plástica no nariz”, pode ser realizada para ajudar a modificar a forma, o tamanho ou até mesmo a função do nariz. Mais de 223.000 cirurgias de remodelagem nasal foram realizadas em 2016. Se você decidiu que deseja fazer uma plástica no nariz ou ainda não tem certeza sobre o procedimento, a cirurgia de rinoplastia traz benefícios específicos.

  • Melhorar a respiração : para aqueles que sofrem de problemas respiratórios congênitos ou de longo prazo, restringir o nariz pode ajudar significativamente na respiração.
  • Confiança : uma plástica no nariz pode ajudar a aumentar sua auto-estima.
  • Problemas nos seios da face : dores de cabeça, congestão nasal constante e pressão nos seios da face podem ser aliviados com a rinoplastia.
  • Nariz quebrado : reparar um nariz quebrado – não importa a causa – pode aliviar a dor e melhorar a aparência.
  • Acompanhamento corretivo : Se a primeira cirurgia do nariz não oferecer os resultados desejados, um procedimento de revisão pode ser realizado para fazer quaisquer ajustes.
  • Ronco : Embora o ronco possa ser algo com o qual você apenas lida ou tenta remediar com produtos sem prescrição, ele pode ter um impacto significativo no seu sono. A cirurgia do nariz pode ser uma solução permanente.
  • Defeitos congênitos : Se você tem um nódulo, curva ou nariz pouco desenvolvido, a cirurgia pode ajudar.

Benefícios para a saúde da rinoplastia

Muitas pessoas querem respirar um pouco mais fácil na vida e isso não é mais apenas uma expressão. Na verdade, sua farmácia local provavelmente está abarrotada de produtos diferentes que podem melhorar sua respiração, de tiras para o nariz a umidificadores e sprays nasais salinos. Todos nós queremos encontrar uma maneira mais fácil de melhorar nosso fluxo de oxigênio. Para muitos pacientes, a rinoplastia pode atingir esse objetivo apenas fazendo alterações nas vias aéreas. Corrigir um desvio de septo e alargar as narinas são apenas algumas das maneiras que um cirurgião pode tomar para facilitar a respiração.

Obviamente, respirar melhor pode causar um efeito cascata em sua saúde, levando até uma noite de sono melhor. Se você tem problemas respiratórios, sabe como eles podem ser incômodos. Quando a apneia do sono é causada por algum tipo de problema nasal, a rinoplastia pode melhorar sua respiração e seus padrões de sono, eliminando o problema cirurgicamente. Para determinar se a rinoplastia pode ajudá-lo a dormir com mais facilidade, converse com seu médico de atenção primária e cirurgião plástico facial para uma visão completa de seus problemas de saúde e a solução certa para eles.

Benefícios emocionais da rinoplastia

Esteja você escolhendo a rinoplastia para corrigir a forma ou função do seu nariz, você notará a incrível mudança que essa cirurgia causará também na sua saúde emocional. Na verdade, a rinoplastia pode afetar muitas partes de sua vida, levando a uma melhora na autoconfiança e acabando com conversas negativas que você tem sobre si mesmo. Claro, todos os pacientes de rinoplastia devem iniciar sua cirurgia com metas realistas para sua cirurgia e uma compreensão completa das implicações da cirurgia. Nenhum procedimento pode consertar danos emocionais a menos que você esteja aberto ao processo de cura, mas a rinoplastia pode fornecer as ferramentas de que você precisa para começar. Veja se os resultados da rinoplastia afetam você de várias maneiras.

FONTE: https://g1.globo.com/

FONTE: https://www.r7.com/

FONTE: https://www.terra.com.br/noticias/

FONTE: https://noticias.uol.com.br/

Categorias
Sem categoria

6 coisas para fazer em casa durante seu pós-operatório da rinoplastia

Quem já fez alguma cirurgia plástica sabe que os cuidados recomendados pelos médicos vão além da parcimônia em si. Eles começam no pré-operatório e se abrem aos meses que sucedem à cirurgia. Pós-operatório da rinoplastia, por ensinamento, é um dos mais tranquilos, mas mesmo assim engloba em uma série de excetivas ao paciente, principalmente no primeiro mês.

Mas ficar impedido de praticar esportes, rapinhar sol, dormir na localização desejada, entre outras conselhos, mesmo que seja por escasso tempo, pode ser bastante entediante.

Quanto tempo dura o pós-operatório da rinoplastia

O pós-operatório imediato dura cerca de 7 dias. Trata-se do período em que o paciente fica com a tala (placa engessada ou molde plástico) no nariz, para dessaudar os ossos e as cartilagens na posição correta. Porém, os cuidados não se limitam a esse primeiro momento. A recuperação da rinoplastia leva, em média, 15 dias, e ocorre em épocas. São elas:

  1. Primeiras 24 horas, quando a dieta tem que ser mais leve e não é permitido dirigir, por conta da anestesia;
  2. Em até 48 horas, quando é necessário repousar com a cabeça reclinada e, muitas vezes, fazer compressas, para minimizar inchaços e hematomas;
  3. Na primeira semana, quando é preciso evitar esforços físicos e banhos muito quentes, bem como comparecer a primeira consulta de retorno;
  4. Na segunda semana, quando é possível retomar a maioria das atividades de costume, com exceção da prática de atividades físicas, dos banhos de sol e do uso de óculos.

A partir desse momento, as cautelas se tornam mais franco. Já as consultas de regresso seguintes ocorrem, normalmente, aos 3, 6 e 12 meses data em que o resultado é, enfim, alcançado.

Quais comportamentos são indicados para esse período

Sempre que somos obrigados a deter a rotina, temos a lugar de reavaliar nossos hábitos e, se preciso, mover algumas atitudes. Durante o pós-operatório da rinoplastia, recomenda-se:

  1. Não fumar nem consumir bebidas alcoólicas;
  2. Comer alimentos saudáveis, como frutas, verduras, legumes e carnes magras;
  3. Hidratar-se bem, preferencialmente com água;
  4. Evitar banhos escaldantes;
  5. Limpar as narinas com soro fisiológico 3 vezes ao dia;
  6. Proteger a pele do rosto dos raios do sol, usando barreiras físicas (como chapéu ou boné) e aplicando filtro solar várias vezes ao dia.

O que fazer para se distrair sem colocar a saúde em risco

Algumas atividades ajudam a se desenfastiar nos dias seguintes a cirurgia no nariz.

Ler

Releia seu livro favorito ou comece aquele que deseja ler há lugares, mas que ainda não tina tido tempo. a interpretação é uma ótima forma de passar a oportunidade enquanto repousa.

Meditar

Se você nunca meditou, essa pode ser uma ótima oportunidade de começar. discernimento um lugar calmo, pense no porquê deseja intentar (combater a ansiedade, conectar-se consigo mesmo, cultuar sua fé, etc, feche os olhos e respire.

Assistir filmes e séries

No tempo livre, é possível assistir diversos filmes ou maratona algumas séries. a incomparável cuidado é em catálogo à posição na hora de se aconchegar em frente a televisão: se quiser deitar, lembre-se de ficar de canastras, com a cabeça bem inclinada.

FONTE: https://g1.globo.com/

FONTE: https://www.r7.com/

FONTE: https://www.terra.com.br/noticias/

FONTE: https://noticias.uol.com.br/

Categorias
Sem categoria

Tipos de prótese dentária e como cuidar

As próteses dentárias são contexturas que podem ser utilizadas com o objetivo de deseliminar o sorriso por meio da substituição de um ou mais dentes que faltam na boca ou que estão desgastados. Assim, os próteses são indicadas pela dentista com o objetivo de melhorar a mastigação e a fala da personagem, que podem ser prejudicadas pela falta de dente. O tipo de prótese indicada pelo dentista depende da penca de dentes comprometidos ou em falha e da condição da gengiva.

Principais tipos

As próteses dentárias são indicadas pelo dentista de acordo com a quantidade de dentes comprometidos ou em falta, além da condição geral da boca do paciente. Assim, as próteses esfrancem ser classificadas em parciais, quando apenas alguns dentes são substituídos no prótese, ou total, quando há essencialidade de substituir todos os dentes, sendo esse último tipo de prótese mais conhecida como dentadura. Além da classificação em facioso e total, os próteses também são classificadas em removíveis, quando a pessoa pode retirar a prótese para equivaler a higienização, por exemplo, ou fixas, quando o prótese é implantada na mandíbula ou os dentes faltantes são parafusados.

Prótese parcial

As próteses parciais são aquelas indicadas pelo dentista com a mira de substituir o desprovimento de algum dente, sendo normalmente removíveis. A prótese faccioso removível ou móvel é constituída por uma estrutura metálica com o objetivo de conservar os dentes saudáveis, havendo a substituição apenas daqueles que faltam, dando mais estabilidade na hora da mastigação e da fala. Normalmente esse tipo de prótese é indicada quando não é possível fazer um implante, nomeadamente quando a gengiva não está em condições adequadas. A desvantagem desse tipo de prótese é estética, pois a placa metálica é visível, podendo despeitar algumas pessoas.

Como alternativa o prótese parcial removível, há o prótese parcial removível flexível, que possui as mesmas indicações, mas que a conformação da prótese não é metálica e garante mais brandura e conforto para a personagem, tornando a adaptação da personalidade à prótese mais acessível. No entanto, é importante que a pessoa tenha atenção à higienização dessa prótese, pois caso adverso pode escurecer ao dilatado do tempo e causar inflamação na gengiva. Há outrossim a prótese parcial amovível provisória, que é mais indicada para tratamento provisórios, ou seja, quando há recomendação da consolidação da colocação de uma implantação, por exemplo, mas a pujança bucal e geral do enfermo está prejudicada, não sendo recomendada a realização do porte naquele momento.

Prótese total

A prótese total, popularmente conhecida como dentadura ou chapa, é indicada quando o indivíduo perde vários dentes, sendo a prótese feita de acordo com o formato, comprimento e cor dos dentes originais, evitando que o riso fique artificial. Esse tipo de prótese é, normalmente, removível e é encarregado com mais frequência para idosos, que tendem a deteriorar os dentes ao extenso do tempo, mas ainda para pessoas que faltaram os dentes devido as doenças ou acidentes, por exemplo. O uso da dentadura é aconselhado quando a fala e a mastigação são prejudicadas pela falta de dentes, mas mais podem ser usadas para estética, pois a falta de dentes pode deixar a fisionomia com aspecto flácido.

Cuidados com as próteses dentárias

É importante ir à dentista periodicamente para que seja feita avaliação da prótese, bem como ratificar a necessidade de substituição. No caso da prótese amovível, é recomendada que seja arrancada após cada refeição e ablução com água corrente para remoção do resto de comida. Em seguida, deve-se escovar a prótese com uma aporreta adequada e com rebolidos neutro com o objetivo de evitar a diplomação de placas bacterianas. Além disso, é recomendado realizar a despoluição bucal normalmente, com o uso de creme dental e fio dental. É recomendado também que o prótese seja retirada antes de dormir e colocada em uma resposta de limpeza ou com água filtrada. Antes de utilizá-la novamente, é importante realizar a despoluição bucal e lavar o prótese com água corrente.

No caso da levantar fixas, a higienização dentadura. Deve ser realizada fixas e é recomendado ter realizada quanto ao uso de fio encarregado, pois como a dental não pode ser prótese, é importante que seja removida qualquer resíduo de removido que possa estar comida a prótese e o entre, evitando, assim, danos o dente e inflamação no prótese, por exemplo.

FONTE: https://g1.globo.com/

FONTE: https://www.r7.com/

FONTE: https://www.terra.com.br/noticias/

FONTE: https://noticias.uol.com.br/

Categorias
Sem categoria

Acne: causas e tratamentos

A acne é uma doença de pele caracterizada como uma condição em que os folículos pilosos ficam obstruídos por células mortas e sebo, bactérias que geram inflamação. O pano da pele fica danificado com o aparecimento de cravos e espinhas, principais contusões causadas pela acne. Caso não tratadas, podem gerar cicatrizes e afetar a autoestima.

Devido a quantidade de hormônios é mais comum o aparecimento durante a adolescência. Em geral, a incidência é na pele do rosto, peito e nos clivos. Além disso, pode acometer tanto homens quanto donas.

Qual a diferença entre acne e espinhas?

As espinhas são uma das demonstrações da acne. Ou seja, a acne leva a formação de lesões de diversos tipos, como cravos abertos e fechados, espinhas e deformidades (espinhas com pus).

“Toda espinha pode ser considerada acne, mas nem toda acne é espinha, já que os cravos também podem ser incluídos na categoria”.

Acne neonatal

Cerca de 20% dos recém-nascidos desenvolvem acne leve. Isso pode acontecer porque certos hormônios são passados para eles através da placenta por suas mães escasso antes do nascimento.

Outra causa de acne em beberes é o estresse do parto, que pode fazer o aspecto do bebê liberar hormônios. Recém-nascidos com acne comumente tem lesões que desaparecem espontaneamente.

Acne infantil

Bebês entre 3 e 16 meses de idade podem desenvolver acne infantil. Eles podem ter cravos e espinhas. A acne infantil geralmente desaparece quando a criança abica aos dois anos de idade. Mas as espinhas raramente deixam cicatrizes. Pode ser causada, em parte, pelas níveis hormonais mais elevados do que a normal.

Acne conglobata

A acne conglobata é uma forma rara, mais grave, de acne. Ela ocorre principalmente em esposos jovens. Nesse caso, espinhas grandes se desenvolvem na cariz, peito, costas, braços e coxas. Este tipo de acne pode ser crítico de tratar e muitas vezes deixa cicatrizes.

Acne fulminante

Acne fulminante é um esculpe grave de acne conglobata, que ocorre mais em garotos adolescentes. Na acne fulminador, um grande número de dificuldades se desenvolve muito com pressa nas costas e nas peito. Essas espinhas muitas vezes deixam cicatrizes graves. Pacientes com acne fulminador muitas vezes sofrem com febre e dor muscular e óssea.

Por que a acne aparece?

Existem diferentes tipos de acne. A acne mais batido é o tipo que se desenvolve durante a adolescência, normalmente de graus 1 e 2. Afinal, a puberdade faz com que as categorias hormonais fiquem elevados, especialmente a testosterona. Esses hormônios estimulam as glândulas do pele, que começam a imaginar mais óleo (sebo).

As crianças e os adultos mais velhos também podem ter acne. Superprodução de sebo na pele e centralização de células mortas nos folículos pilosos da pele estão entre as causas de acne. Esses fatores resultam em congestionamento, com acúmulo de bactérias e inflamação. Os folículos pilosos estão ligados as glândulas sebáceas, que secretam uma extrata oleosa, conhecida como sebo, para lubrificar o seu cabelo e pele.

Quando o corpo produz uma quantidade excessiva de sebo e células mortas da pele, os dois desbastecem se acumular nos folículos pilosos, criando um ambiente onde as bactérias desbastem prosperar. Esse cenário pode erigir com que a folheta se torne inchado e inflamado, acumulando pus, formando a acne. Também pode acontecer de a folheta se abrir e anoutar, gerando um cravo.

Para mais informações acesse: dermatologista bh

FONTE: https://www.r7.com/

FONTE: https://www.terra.com.br/noticias/

FONTE: https://noticias.uol.com.br/

Categorias
Sem categoria

Implante dentário: significado, dicas

Perder um ou mais dentes é uma situação que pode gerar, além de problemas bucais, um grande impacto na autoestima e na autoconfiança do paciente. Para evitar que essas situações aconteçam, o comércio odontológico disponibiliza diversos exemplares de implantes dentários em bh, que oferecem resultados excelentes.

O que é um implante dentário?

O implante dentário é um desfecho para substituir um ou vários dentes perdidos por cáries, doenças gengivais, traumas e outros problemas. Ele permite redimir as funções dos dentes naturais, melhorando a mastigação, a fala e a estética do sorriso, o que contribui também para a autoestima do paciente.

A técnica é realizada por meio da aprendizagem de um pino de titânio no osso maxilar ou mandibular. Esse pino age como a raiz do dente e funciona como uma base de apoio para as próteses dentes artificiais de resina ou loiça que substituem os dentes perdidos. Por serem rosqueadas e permanecerem firmes, os próteses sobre implantes são mais seguras do que os próteses removíveis, por exemplo.

Por que ele é necessário?

O implante dentário não é uma resolução puramente estética. Apesar de esmerilar significativamente a autoestima do paciente, essa alternativa também é confirma por diversas questões funcionais, como a melhora da fala e da mastigação. Além disso, quando ocorre um desaparecimento dentária, o paciente pode padecer com desajuste na dentada, isso porque os dentes que estão ao lado desfraldem a se deslocarem para o espaço, o que pode partir em perdas de mais dentes e problemas na ATM.

Como é feito o procedimento?

A colocação do implante é uma moderação cirúrgico, por isso, só deve ser realizado por um cirurgião dentista. O primeiro passo é a despoluição completa da boca e, em acompanhamento, é aplicada a anestesia local na área.

Para a prática do procedimento, a cirurgião dentista faz uma abertura na gengiva para abraçar o local abaixo da arcada dentária. Por meio desse corte, ele acessa o osso que andará como base do implante. Utilizando uma ferramenta específica, é feita uma pequena perfuração no osso, para que o pino de titânio seja encaixado até que fique completamente firme. à final da cirurgia, quando forçoso, é feita a costura da região da gengiva.

A cirurgia de implante dói

De modo geral, a colocação do implante não é um curso doloroso. A parte mais sensível, que poderia sofrer com a compostura, seria a gengiva, no entanto, essa região permanece anestesiada durante toda a cirurgia. Já o osso em que é feito o furo conta com pouquíssimas inervações, o que resulta em um processo experimentalmente livre de dor.

Ainda assim, o cirurgião pode amoestar uma injeção de anti-inflamatório duas horas antes da cirurgia e medicar o enfermo com analgésicos e antibióticos no pós-cirúrgico.

Como é o pós-operatório?

Apesar de parecer um comportamento complexo, a verdade é que o pós-operatório da cirurgia de implantação é bem simples, em que época seguidas as orientações corretamente. O ideal é que, após a cirurgia, o paciente vá para casa e permaneça em repouso por, pelos menos, um dia. Isso é graúdo porque o descanso faz com que a circulação fique mais lenta, o que desdenha o risco de dores. É necessário também que o paciente durma com a cabeça mais alta do que o aspecto e evite cuspir ou executar bochecho para evitar sangramentos. Esforços físicos, exposições ao sol e demonstrar demais também são experiências que devem ser reduzidas. Além. disso, para ajudar na ação de cicatrização, não é concedido ingerir alimentos duros e quentes. A dieta ideal inclui sorvete, gelatinas e sopas frias. No caso de dores e infecções, a dentista pode receitar, ainda, analgésicos e antibióticos para auxiliam-te na recuperação completa.

FONTE: https://g1.globo.com/

FONTE: https://www.r7.com/

FONTE: https://www.terra.com.br/noticias/

FONTE: https://noticias.uol.com.br/

Categorias
Sem categoria

Transplante Renal: conheça mais sobre esse tratamento

O Transplante Renal é uma das opções de tratamento para doentes portadores de Doença Renal Crônica (DRC) fase final. Existem 2 outras opções de tratamento que são o hemodiálise e a diálise peritoneal de um modo geral, a transplantação fornece uma maior morte ao paciente ao dilatado dos anos, quando comparado à diálise. Além disso, proporciona uma melhor plana vida, pois o paciente não terá mais que frequentar a clínica de hemodiálise três vezes por semana.

No entanto, a indicação do melhor tipo de tratamento depende de vários fatores como idade, causa da DRC, constituição de outras doenças, entre outros. Converse com sua nefrologista para decidirem juntos qual o melhor opção no sua caso a DRC ocorre quando os rins começam a perder suas funções de maneira lenta, progressiva e irreversível. Várias são as doenças causadoras de DRC, sendo que a Hipertensão arterial, o Diabetes e os Nefrites são as principais.

Sabe-se que a DRC pode avançar para estágios avançados, até mesmo com todo a abordada para retardar seu adiantamento. Quando a filtração dos rins atinge 20 mL/min (Conheça os estágios da Doença Renal Crônica, o médico nefrologista já pode começar os estudos pré transplante. O Transplante Renal é uma cirurgia que consiste no adiamento de um rim de um doador (vivo ou falecido) para um paciente com doença renal crônica avançada, a fim de sub-rogar a função renal perdida.

Para se realizar uma transplantação renal não é forçado fazer diálise antes. o enfermo com DRC terminal que possuir um doador vivo sadio e compatível poderá ser submetido ao transplante, sem carência de iniciar o diálise. Infelizmente, por ser um defeito silenciosa muitos pacientes acabam descobrindo a DRC já em estágios avançados, portanto, não biscoitem realizar o transplante a época e são obrigados a começar a diálise.

Quem pode ser doador de rim

O transplante de rins Rj, pode ser realizado a partir de rins de doadores vivos ou de doadores falecidos. Os doadores almas podem ser parentes ou não, sendo necessária uma autorização forense neste último caso. Qualquer indivíduo saudável maior de 21 anos pode ser um candidato à doação. Mas nem todas essas pessoas acabam concretizando a doação, algumas são descartadas por doenças diagnosticadas durante a investigação.

A idade de 21 anos é a mínima exigida por lei, porém muitos serviços de transplante não aceitam doadores menores de 30 anos, pois algumas doenças renais podem aparecer nesse intervalo dos 21 aos 30 anos. O doador vivo deve efetuar exames de sangue, desbebe e de imagem para assegurar que não possua nenhuma doença e que seus rins são saudáveis. Após a cirurgia, o doador passa a viver com apenas um rim, o que é belamente compatível com uma vida normal. Quando o doador vivo tem consanguinidade próximo com o recebedor, os resultados da transplantação são superiores aqueles que se arranjem com rim de doador falecido. Infelizmente não é todo longânime que possui um doador vivo como opção, nestes casos, realiza-se o transplante com doador falecido.

Já no caso de doadores falecidos, os candidatos são aqueles pacientes com morte cerebral que não possuam nenhuma doença renal ou que possa ser transmitida ao receptador. O diagnóstico de falecimento cerebral segue padrões rigorosos definidos pelo Conselho Federal de Medicina. Após autorização dos familiares, os 2 rins são retirados do doador e colocados em 2 receptores diferentes. O sangue do doador será cruzado com o dos receptadores da fila de transplante e receberá o rim aquele paciente que for mais compatível com o órgão disponível.

Lista de espera

Todo paciente que deseja cobrar um rim de doador falecido deverá estar inscrito na lista única de espera da Central de transplantes do Estado onde será efetuado o transplante. De acordo com a adjunção Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO), 19.556 pacientes estão na lista de espera para um rim de doador falecido no Brasil! (dados de setembro/2013) De janeiro o setembro de 2013 foram realizados aproximadamente 4.000 transplantes renais no Brasil, sendo que 75% deles foram com doador falecido e o restante com doador vivo.

Aqueles pacientes que apresentarem alguma alteração significante nas abordagens do estudo, primeiro deve-se resolver o problema para demais serem inscritos para transplante. Os pacientes aptos para o transplante serão inscritos na lista e poderão ser chamados a qualquer momento. Por isso é deveras importante manter o telefone atualizado para facilitar o contato quando surgir o organismo.

FONTE: https://g1.globo.com/

FONTE: https://www.r7.com/

FONTE: https://www.terra.com.br/noticias/

FONTE: https://noticias.uol.com.br/