Categorias
Sem categoria

Fatores de risco para doença renal crônica

Com cerca de doze centímetros de comprimento e localizados na parte posterior do abdômen, os rins fazem parte dos órgãos mais vitais do corpo. São responsáveis por filtrar o sangue para controlar a quantidade de água e de sal no corpo, eliminar toxinas, ajudar a controlar a hipertensão arterial e produzir hormônios que impedem a anemia e a descalcificação óssea, além disso, são eles que eliminam medicamentos e outras substâncias ingeridas.

É exatamente por essas diversas funções descritas que os rins precisam estar completamente saudáveis e em plena capacidade de executar suas funções no corpo. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Nefrologia, 850 milhões de pessoas apresentam doença renal em todo o mundo. A doença renal crônica causa aproximadamente 2,4 milhões de mortes por ano, e essa taxa cresce anualmente.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Nefrologia, os principais fatores de risco para o aparecimento de doenças renais são a hipertensão arterial, o diabetes e o histórico familiar de doenças renais. Entretanto, obesidade, fumo e uso de medicações tóxicas também podem contribuir e afetar a saúde dos rins. Sendo os mais afetados são pessoas que vivem em países de baixa e média renda.

Pensando nisso, separamos alguns hábitos para manter os rins o mais saudáveis e evitar o aparecimento de doenças renais.

Manter a pressão sempre em níveis controlados

Nossa cultura em geral tem uma alimentação voltada a produtos industrializados e com alto teor de sódio, entretanto ambos em excesso são prejudiciais a esse órgão tão essencial para o corpo. Sendo essa doença agravada pelo envelhecimento da população, além de sedentarismo e obesidade. Sendo assim é ideal que controle no consumo de sódio e procure sempre alimentos mais naturais.

De bem com a balança

Assim como a alimentação, o controle de peso é de suma importância para o funcionamento regular dos rins, sendo eles responsáveis pela excreção de substâncias por meio do processo de filtragem do sangue, esses órgãos uma programação para o controle de altura e peso. Sendo assim, o excesso de peso leva a complicações como hipertensão e diabetes. Quando hábitos saudáveis são adquiridos, o risco de sofrer com um problema no rim é bem menor.

Saiba Mais: Nefrologista Em – BH

Alimentação equilibrada

Conforme já citado nos itens anteriores, especialistas em nefrologia alertam para uma alimentação equilibrada deixa seus rins fora da zona de perigo, é necessário tomar cuidado com o excesso de gordura, sal, sódio e açúcar. É indicado preferir alimentos ricos em vitaminas e fibras, colaborando assim para a manutenção adequada das funções renais.

Mantenha-se hidratado

Tomar bastante água é fundamental. Muitas vezes a substituição por outras bebidas como refrigerantes e sucos artificiais prejudica o órgão. É de suma importância que o adulto deve ingerir em média dois litros de água por dia, fora outros líquidos considerados saudáveis como chás e sucos naturais, principalmente em regiões secas onde a perca de líquidos se acentua.

Apague o cigarro

Por conta de sua função, os rins são repletos de vasos sanguíneos. O cigarro, por causa de suas substâncias tóxicas, desencadeia uma série de inflamações que prejudicam o órgão. Sendo o tabaco uma sujeira pesada que dificulta o bom funcionamento dos rins, tendo um impacto maior na bexiga. O que facilita o aparecimento de tumores nas bexigas e nos rins.

Rede Sociais: https://www.facebook.com/G2-Portal-de-Noticias-103955877864969/ https://twitter.com/g2portaldenoti1

Importante ressaltar também que o acompanhamento com nefrologista é necessário em todos os momentos da vida, pois as doenças renais são silenciosas, de forma que somente com a visita regular ao especialista em nefrologia a prevenção será feita de maneira eficaz.

FONTE: https://www.r7.com