Categorias
Sem categoria

Aparelho autoligado desvantagens

Bastante vem se falando sobre do aparelho ortodôntico autoligado: com que objetivo serve, para que pessoas é recomendado, quanto tempo dura o tratamento, qual o preço de … E isto é comum, se você está procurando por um tipo de tratamento que valorize seu satisfação. Não obstante, você saberia expressar o que é quimera e verdade dentro desse assunto? O Sorrisologia conversou com a ortodontista Renata Paraguassu, que esclareceu as principais dúvidas.


APARELHO AUTOLIGADO APENAS PRECISA SER UTILIZADO EM QUEM POSSUI APINHAMENTO DENTAL ÍNTEGRO: QUIMERA OU VERDADE?

Saiba Mais: Aparelho Autoligado tem vantagem? E o tempo de tratamento


Quimera. De acordo com Renata, o aparelho autoligado é, principalmente, a aparatologia fixa já conhecida e composta por braquetes e tubos. Não obstante, a ortodontista esclarece: “ Este aparelho, no entanto, não possui a urgência de ligaduras, mais conhecidas como borrachinhas”. No aparelho autoligado, o argola ortodôntico encontra-se encarcerado a estas peças a partir de clipes, tampas ou portas. “ Dessa maneira, acontecerá um nível de conflito menor e, de modo consequente, benefícios na biomecânica do tratamento ortodôntico, em razão de, dessa forma, consegue-se cumprir uma movimentação dentária com menor intensidade de vigor sobre os dentes” explica Renata, que comenta:

“A recomendação para este tipo de aparelho se efetua para todos os tipos de maloclusões existentes, no entanto, casos com bastante apinhamento dental são bastante beneficiados no momento em que se escolhe esse tipo de aparelho ”.


O APARELHO AUTOLIGADO PLEITO MAIS DOR E INCÔMODO: QUIMERA OU VERDADE?


Quimera. De acordo com a ortodontista, o feito do aparelho autoligado trabalhar com forças mais leves, leva a uma menor percepção de dor ao longo o tratamento ortodôntico. Além disso, Renata esclarece: “Outras benefícios deste tipo de aparatologia são quanto à rapidez na etapa de fileira dentário e no controle das rotações dos dentes”.


OS APARELHOS AUTOLIGADOS EXIGEM MAIS AFAZERES QUE OS APARELHOS ORTODÔNTICOS CONVENCIONAIS: QUIMERA OU VERDADE?


Quimera. Os afazeres que o paciente deverá ter no utilização do aparelho autoligado são os mesmosatribuídos ao assente. Dessa forma, Renata esclarece: “Atente-se com o controle exigente da higiene oral e tenha atenção com a refeição, evitando alimentos duros e / ou pegajosos”. A ortodontista também indicou: “ Para o paciente reconhecer um aparelho do outro e conseguir identificar o autoligado, basta reparar a figura ou apartamento do utilização das borrachinhas”.


HÁ DIVERSOS TIPOS DE APARELHOS ORTODÔNTICOS AUTOLIGADOS: QUIMERA OU VERDADE?


Verdade. Estes aparelhos são capazes de ser passivos ou ativos. “O aparelho autoligado passivo caracteriza-se pela figura de clipes ativos que diminuem a luz do lugar no qual se acomoda o cordão (slot) e, dessa forma, o cordão depois de o fecho dos clipes sofrerá uma maior ativação, havendo uma efeito da direção da movimentação maior no intuito ântero-posterior”, explica Renata, que complementa: “O aparelho autoligado ligado, por sua vez, possui a luz do slot maior e com isto consegue-se maior resultado nos movimentos transversais, de expansão das arcadas”.

FONTE: https://www.r7.com

Categorias
Sem categoria

Colocando aparelho autoligado

Artista e Profissional em Ortodontia e Ortopedia Facial (COP-PUC Minas), diplomado pelo Board Brasileiro de Ortodontia, formador e coordenador do curso de Particularização em Ortodontia da ABO-JF e braços da Academia Mineira de Odontologia.


No hora de iniciar um tratamento ortodôntico, a primeira incerteza do paciente é sobre qual aparelho dentário ele deverá utilizar. Para definir isto é fundamental frequentar com seu dentista para supervisionar as necessidades do seu caso, esmerar esperanças, tempo de tratamento e dever seu em ingerir todos os afazeres importantes para, em suma, alcançar ao melhor modelo.

O aparelho autoligado, porém, chama a atenção por entregar um tempo de resposta mais acelerado se comparado ao modelo clássico permanente. O Sorrisologia conversou com o dentista Sérgio Henrique Casarim que explica as benefícios dos aparelhos autoligados.


ENTENDA O QUE É O APARELHO AUTOLIGADO


O aparelho autoligado é um tipo de aparelho ortodôntico como qualquer outro, a única diferença é que o bráquete utilizado tem qualidades especiais. O profissional explica mais sobre o assunto: Este aparelho possui uma ” acesso ” que prende o cordão ortodôntico, não necessitando dessa maneira das borrachinhas que o aparelho clássico utiliza”, afirma.


PARA QUAIS CASOS ESTE APARELHO É RECOMENDADO?


Assim como o aparelho permanente, o aparelho autoligado não tem um tipo de refreamento para ser empregado, tudo vai sujeitar-se do caso do paciente. O dentista explica que alguns quadros são mais fácil revertidos com o utilização desse aparelho. “Ele pode ser empregado em qualquer tipo de má oclusão, no entanto alguns procedimentos são facilitados pelo aparelho autoligado”, explica. O técnica similarmente pode ser empregado por pacientes de todas as idades, a partir de que seja sugerido por um profissional da setor.

Saiba Mais: Acompanhe a montagem de um aparelhos fixo realizada por um ortodontista que consiste


QUAIS SÃO OS VANTAGENS DO APARELHO AUTOLIGADO?


Há algumas benefícios no utilização dos aparelhos autoligados, no entanto, Sérgio ressalta que este aparelho não representa um novo sistema na ortodontia, somente que o conjunto do aparelho com os fios ortodônticos especiais facilitam o tratamento. “ Dentre as benefícios do sistema bráquetes autoligados e fios ortodônticos especiais, possuimos a eventualidade de pouco consultas ao ortodontista e menor tempo de tratamento em alguns casos. Além disso, o aparelho não roxo, uma vez que não há as borrachinhas”, comenta.


QUAIS SÃO OS AFAZERES PRINCIPAIS DO APARELHO AUTOLIGADO?


Como utilizar aparelhos, seja qual for o modelo, é constantemente um grande débito com a saúde bucal, alguns afazeres passam a ser importantes. É necessário muito atenção no hora de cumprir a higiene bucal, sendo o passa cordão um artigo primordial no hora da higiene. O Sorrisologia separou um irrelevante passo a passo para te auxiliar.


Coloque o cordão dental no fossa do passador, assim como é realizado com uma série de costura na rumo ;


com a rumo plástica já com o cordão dental, passe-a por baixo do cordão ortodôntico;


estando o cordão dental posicionado, esse precisa ser enfiado entre os intervalos dos dentes;


após a instrução e segurando cada ponta com um vocação, vá passando o cordão dental pelo ponto de contato até o ponto de resistência da gengiva;


o cordão dental precisa ser calcado em oposição a o dente ;


a retirada precisa ser feita na direção contrária à gengiva.

FONTE: https://www.r7.com

Categorias
Sem categoria

Aparelho Autoligado

O aparelho autoligado é hoje uma eventualidade tangível para que pessoas quer uma escolha melhor do que os aparelhos ortodônticos tradicionais – e pretende evitar utilizar aquelas “borrachinhas” (coloridas ou não ), além de ter que ir ao dentista mensalmente para as manutenções constantes, higienização ou reposição de partes do aparelho, que acabam se soltando. E, evidente, desejam similarmente evitar a dor causada pelos ajustes.


Com o aumento das técnicas, os modelos de aparelhos ortodônticos similarmente avançaram. O aparelho permanente se aprimorou e agora o paciente pode optar por um tratamento bem mais acelerado, pouco ofendido, mais eficaz e mais estético que com os aparelhos ortodônticos tradicionais.


O dentista Gedeon Wefferson Mendes de Almeida, parceiro do portal Nossos Doutores da região de Benevolente Acre (SP), no aparelho autoligado as pecinhas (bráquetes) não precisam das ligaduras elásticas – aquelas “borrachinhas coloridas” – para resistir o cordão do aparelho.


“A apartamento das ligaduras elásticas diminui o concentração de padrão bacteriana no aparelho, evitando cáries, malévolo bafejo, cálculos dentários, entre outros.”Gedeon de Almeida.


Qual é a proveito em semelhança ao aparelho clássico?


Para que o argola ortodôntico do aparelho se fixe nas peças, em vez das “borrachinhas”, o aparelho autoligado possui um aparelho próprio, como um “clip”, que evita o contato das peças com a mucosa bucal e diminui a eventualidade de pequenas lesões, que são frequentes e incômodas nos aparelhos tradicionais.



Além disso a dor causada pelo utilização do aparelho é bastante menor e a saneamento é mais fácil, levando a um menor concentração de bactérias na boca, em semelhança ao aparelho clássico.


“Graças à maior eficiência do aparelho, o tempo de tratamento chega a ser serenado em 40% em semelhança aos aparelhos tradicionais e a preservação pode ser feita em intervalos maiores ”, ressalta a dentista Erica Jin, que é parceira do Nossos Doutores na Povoação Mariana, SP.

Saiba Mais: Tudo sobre aparelho Autoligado


O aparelho pode ser empregado por adolescentes e adultos, e, evidente, o profissional conta constantemente com a assessoria e com os afazeres do paciente.


“Graças à maior eficiência do aparelho, o tempo de tratamento chega a ser serenado em 40% em semelhança aos aparelhos tradicionais.”Erica Jin
Quais são os tipos de aparelho autoligado?
recomenda o aparelho autoligado para diversos pacientes visto que, “ além de provocar pouco dor, os materiais usados são mais resistentes, o que necessita de bastante pouco preservação, e os resultados surgem mais acelerado em semelhança ao aparelho assente. E, como geram pouco danos às estruturas dentais, os efeitos nocivos similarmente são reduzidos”.


Estético: todos os braquetes são feitos com material veraz


Metálico: todos os braquetes são metálicos, no entanto mais baixos e mais discretos que nos aparelhos tradicionais
Estético-metálico ( combinado ): os braquetes são transparentes na parte antepositivo e metálicos na parte pospositivo.


Os aparelhos autoligados estão cada dia mais acessíveis financeiramente, com diversas opções de marcas nacionais e importadas. Os preços variam de acordo com a marca escolhida e os materiais.


Procurando um ortodontista próximo de você?


A posto de um aparelho dentário – de qualquer tipo – requer uma análise bem feita por um dentista. É fundamental ter em mente que várias vezes a posto é a segunda etapa de um tratamento que inicia resolvendo mais complicações bucais, como cáries ou modificações de gengiva.


Destaca que “o aparelho ortodôntico pode censurar complicações funcionais, como mastigação e respiração. Sua ofício é bastante mais do somente plástica. Porém, com os aparelhos autoligados, o fachada estético ganhou valia ao longo o tratamento, não apenas em seguida que ele acaba”.


De acordo com ela, “orgulhar-se do próprio satisfação vai bastante além da vaidade ou beleza. Um satisfação belo e sem riscos abre portas, aproxima indivíduos e pode aumentar a maneira como o paciente se relaciona com elas. O tratamento ortodôntico pode, de verdade, modificar a qualidade de vida de uma indivíduo ”.


No portal Nossos Doutores você encontra ortodontistas próximo de você. Eles poderão avaliar seu caso e ajudar na escolha do aparelho ortodôntico, para você exprimir com a segurança e beleza que você tanto pretende.

FONTE:https://www.r7.com

Categorias
Sem categoria

Cirurgia de blefaroplastia

Com o mudar dos anos e o alcançar da idade mais frente, é comum que a pele fique flácida, tendendo a cair.


Isto ocorre até mesmo com a pele localizada na parte de cima dos olhos, no qual ficam as pálpebras, tornando-se o que é conhecido popularmente como bolsas de gordura. No momento em que isto ocorre a propensão é que a indivíduo esteja constantemente com um fachada de canseira em sua perspectiva, envelhecendo-a também mais.

Saiba Mais: Fazer uma cirurgia de pálpebra exige muito cuidado e atenção


O que seria capaz ser apenas um irrelevante dificuldade estético, porém, similarmente pode virar um constrangedor constante e até mesmo uma dificuldade na momento de captar, já que, se em exagero, recai sobre os cílios, ficando aproximadamente em frente à pupila. Estes casos mais extremos dependem da porção de fazenda e exagero de gordura de cada um.


Como é realizada a intervenção de blefaroplastia
Mesmo sendo realizada em uma região bom do corpo, a intervenção é considerada simples e ágil, durando cerca de 90 minutos para ser realizada e usando somente anestesia local como anestésico.

Depois de o médico afirmar a porção de exagero de pele a ser afastamento, são feitas as marcações e o paciente é endereçado para corporificar o técnica. É fundamental que o profissional tenha muito atenção ao limitar quanto de pele será retirado, para que não retire em exagero, uma vez que isto acarretaria na falta de mutabilidade dos olhos do paciente, além de complicações, como o ressecamento ótica.


E o pós-operatório?


Assim como a cirurgia, o pós-operatório é considerado muito simples. Sem a oclusão dos olhos do paciente e com uma recuperação, frequentemente, sem dores, aquele que for domesticado ao técnica necessita de somente uma semana de desagregação de suas utilidades.


A roxidão em redor dos olhos, por pleito da intervenção, dura entre uma semana e um mês, podendo ser desafrontado e diminuído com compressas de água gelada. Já o inchaço das pálpebras varia de paciente para paciente, sendo os 3 primeiros dias aproximadamente uma unanimidade para todos.


Quem pode corporificar a intervenção?


A blefaroplastia é indicada para homens e mulheres, especialmente que tenham redução da qualidade de colágeno e flacidez muscular avançadas.


Para a prática da mesma, assim como qualquer outro técnica cirúrgico, o paciente precisa corporificar uma trem de exames primeiro. Além do clínico plástico que fará a intervenção é sugerido similarmente o orientação e apoio de um oculista.

FONTE: https://www.r7.com

Categorias
Sem categoria

Blefaroplastia pós operatório

Na blefaroplastia inferior, a incisão é feita nas pálpebras inferiores. Nesse caso, o clínico faz um corte logo embaixo dos cílios inferiores na vinco natural do atenção ou dentro da pálpebra inferior. Posteriormente, ele remove ou redistribui qualquer exagero de gordura, pele ou músculos na pele e em seguida faz as suturas necessárias.


Blefaroplastia superior


Nesse princípios, a pálpebra superior é operada. O clínico precisa realizar um corte durante das linhas ou dobras naturais da pálpebra, dispensar os excessos de pele, gordura ou massa magra e suturar o corte. Se a pálpebra estiver cobrindo parte da pupila, um técnica chamado de ptose que promove um guarida remuneração extraordinária para o massa magra da sobrolho pode ser realizado na mesma intervenção.


Blefaroplastia a laser


Na blefaroplastia a laser, o técnica é pouco invasivo uma vez que o próprio laser é capaz de entristecer e cauterizar os vasos logo após. Com isto, as chances de hemorragia são reduzidas, bem como os hematomas e o inchaço pós-operatório são minimizados. Além disso, a gilvaz encontra-se quase insignificante.


Nessa técnica, é fundamental que o clínico tenha muito agilidade para não provocar lesões nos olhos com o laser empregado na cirurgia.


Pré-Operatório


Antes da intervenção, é primordial levar todas as dúvidas sobre o técnica com o clínico plástico especializado em cirurgias oculares ou com o oculista para avaliar suas esperanças em correlação à intervenção e o seu histórico médico.


Além do histórico médico, será fundamental corporificar um exame físico em que são capazes de ser atitudes algumas partes da pálpebra e realizado um teste de fabricação de lágrimas. Similarmente precisam ser tiradas fotografias do local em distintos ângulos para acompanhar a recuperação e um exame de ideia para avaliar a ficção periférica e a saúde ótica em maior parte.


O médico pode requisitar a descontinuação de remédios que são capazes de reforçar o perigo de hemorragia, por exemplo a aspirina, o ibuprofeno, a varfarina e o naproxeno sódico, por exemplo. Similarmente é fundamental paralisar de fumar para produzir uma recuperação mais eficaz depois de o técnica.


Técnica


Depois de finalizadas as avaliações, o técnica precisa ser realizado. Dependendo da situação, pode ser realizado um técnica repetido em que a blefaroplastia é realizada nas pálpebras superiores e inferiores similarmente ou somente naquela que for afetada.


Na blefaroplastia são capazes de ser removidos excessos de pele, gordura ou de massa magra na região, especialmente no caso de bolsas embaixo dos olhos, além de uma reconstrução do massa magra no caso de pálpebras caídas. Pode ser realizado similarmente um reposicionamento de depósitos de gorduras e músculos e tecidos das pálpebras são capazes de ser apertados para ficarem mais firmes.
O técnica tende a ficar entre 45 minutos a 2 horas dependendo das especificidades do técnica.


Pós-Operatório


Logo após da intervenção, é necessário ficar um breve tempo em recomendação e se não houver problemas, o paciente pode ir para casa no mesmo dia. A dor depois de o técnica costuma ser rápido e o médico irá regular um analgésico comum como o paracetamol, por exemplo, para ser saturado somente nos primeiros dias ou no momento em que houver dor.

Acesse Aqui: Saiba Mais: Aprenda tudo sobre a blefaroplastia 


Pode ser que nos primeiros dias depois de o técnica cirúrgico o paciente apresente:


Receptividade à luz ;
Ficção dupla ou borrada por causa de à lorota lubrificante aplicada nos olhos ;
Olhos lacrimejantes;
Pálpebras inchadas;
Dor ou pesar nos olhos ;
Inchaço ;
Hematomas.

A cicatrização completo pode demorar até 6 semanas, tempo no qual o inchaço e todos os sinais pós-operatórios já desapareceram por completo. Em maior parte, a recuperação costuma ser tranquila a partir de que obedecidas as seguintes recomendações médicas:


Apurar devagar as suturas e utilizar colírios ou pomadas prescritas pelo clínico ;


Evitar fumar ;


Evitar atividades extenuantes como treinos aeróbicos por ao menos 1 semana;


Utilizar óculos escuros para ajudar as pálpebras da luz fazenda e do frescor ;


Evitar esforços que envolvam verificação de peso por 1 semana;


Adaptar compressas de gelo sobre os olhos por 10 minutos a cada momento no dia do técnica e de 4 a 5 vezes ao dia no dia posterior /
Dormir com a cabeça levemente erguida nos primeiros dias;


Adaptar compressas frias para amenizar o inchaço constantemente que preciso ;


Voltar ao consultório para dispensar os pontos no momento em que agenciado ;


Evitar ingerir remédios que alteram a coalhadura do sangue como a aspirina, o naproxeno sódico e o ibuprofeno.

Ainda que na maior parte dos casos a blefaroplastia seja um sucesso, alguns riscas relativos à intervenção de pálpebras são:


Olhos secos e irritados;
Cicatrizes visíveis;
Violação nos músculos oculares;
Infecção ;
Sangramento;
Dificuldade em encerrar os olhos ou mais complicações nas pálpebras;
Descoloração da pele ;
Ficção temporariamente turva;
Reação ao anestésico;
Formação de coágulos sanguíneos;
Urgência de outra intervenção.

Ao observar qualquer demonstração defeituoso como falta de ar, sangramento, complicações na ficção, dor ótica intensa, dor no tórax ou frequência cardíaca alterada é recomendado pedir óbolo médico o mais acelerado possível.


Valor


O valor do técnica pode variegar bastante dependendo se a intervenção será realizada somente em 1 ou nos 2 olhos, qual o tipo de anestesia será utilizado, se a intervenção será feita na pálpebra inferior, superior ou em ambas. Similarmente entra nessa conta a região em que será feita a cirurgia, o clínico e a clínica escolhidos.


O técnica mais simples pode ser achado por cerca de 1.500 reais, porém dependendo da dificuldade do caso e dos detalhes mencionados acima, o valor pode palpitar os 5.000 ou até 10.000 reais.


Embora de ser um técnica considerado estético, no momento em que há danos à ficção, os seguros de saúde são capazes de ocultar os custos da cirurgia. Nesses casos, a intervenção pode ser tragada de blefaroplastia ligado em vez de blefaroplastia plástica.


Antes e em seguida


Grande maior parte das indivíduos que se submetem à blefaroplastia ficam satisfeitas com os resultados. Nas imagens de antes e em seguida embaixo, é possível observar que os pacientes conquistaram uma visual mais jovem após a revisão das pálpebras.


Para ótimos resultados como os vistos nessas fotos, é primordial seguir as orientações do clínico, ajudar a pele do luz e esperar pacientemente a cicatrização completo, que pode provocar diversos meses para se adicionar.

FONTE: https://www.r7.com