O utilização das placas abdominais ou placas de querela abdominal no pós-cirúrgico é uma indicação da maior parte dos cirurgiões para pacientes que passam pela intervenção abdominal, seja lipoaspiração ou abdominoplastia. Vocês já precisam ter escutado anunciar destas placas ou mesmo averiguado qualquer comadre utilizar. Vou comunicar algumas dúvidas sobre elas:

Quais os tipos de placas abdominais?


Há placas abdominais mais duras e placas abdominais mais flexíveis. Assim como há placas que dão a volta no corpo do paciente, como outras que são utilizadas somente em regiões específicas. Não há uma modo certo de utilizar estas placas abdominais, sendo importantíssimo seguir a indicação do clínico em correlação ao tipo, massa e maneira de utilizar.


Para que servem as placas abdominais?

Saiba Mais: Usar placas abdominais no pós-cirúrgico é uma orientação da maioria dos cirurgiões 


Tanto em uma lipoaspiração como em uma abdominoplastia, o corpo necessita ser cicatrizado e a padrão abdominal em conjunto com a cinta, oferece uma pressão na abdômen do paciente que ajuda bastante nesta cicatrização e impossibilita a formação de edemas e hematomas.O utilização impreciso das placas abdominais pode provocar um inchaço remuneração extraordinária na parte de cima ou no lugar entre as placas causando um fachada anormal além de favorecer o começo de fibrose dessa forma é fundamental utilizar de acordo com a indicação do médico.


Por quanto tempo a padrão abdominal precisa ser usada?


Depende da paciente. Algumas pacientes já saem da intervenção com elas, algumas fazem o uso de depois de uma ou duas semanas, algumas fazem o uso de as placas abdominais por um mês, outras por até 3 meses e isso tudo vai sujeitar-se do corpo da paciente e da orientação do clínico.


Não posso utilizar somente a cinta?

O utilização da cinta sem a padrão abdominal gera garrotes ou dobras, especialmente na região da zona e isto acumula inchaços em cima e em baixo da carquilha, o que pleito mais fibrose nesta região dificultando o trabalho de drenagem que precisa ser realizado no pós-cirúrgico. A padrão abdominal contribui com a cinta para a condensação do corpo o defendendo da formação destas dobras formadas pela cinta.

FONTE: https://www.r7.com