Categorias
Sem categoria

Cirurgia Otoplastia

O termo otoplastia refere-se à intervenção plástica das orelhas, podendo harmonizar-se a diversas técnicas que são capazes de ou não ser associadas, dependendo do dificuldade a ser combinado. Em maior parte o termo é utilizado para mostrar a revisão de orelhas proeminentes ( de abano), no entanto mais complicações como sequelas de traumas, apartamento congênita das orelhas e orelhas constritas similarmente são tratadas com técnicas de otoplastia.

Informações da otoplastia


As correções de aba são realizadas para reduzir deformidades, experimentar censurar assimetrias de maneira, massa e angulação no caso do abano, em orelhas mal formadas de origem ou que sofreram deformidades depois de um traumatismo. Precisa ser considerada como reparadora, no momento em que tenta censurar um defeito, e ao mesmo tempo plástica, pensando-se na procura pela equilíbrio de maneira, volume e opinião.


Há a partir de o nível mais rápido até o mais dramático de orelhas em abano, no entanto a recomendação cirúrgica é baseada no nível de incômodo que o paciente apresenta. Há pacientes com pequenas modificações e grande incômodo.

Os graus são baseados na porção de modificações anatômicas existentes na aba em discórdia. ” Há similarmente casos de macrotia, em que a indivíduo possui as orelhas de massa acima do comum, ou seja, orelhas bastante grandes “, explica a cirurgiã plástica Maria Carolina Coutinho.


A idade mínima situa-se entre seis e sete anos de idade. “Nessa banda etária já houve confecção do desenvolvimento das orelhas, de forma que a intervenção não irá estorvar nesse processamento “, explica a cirurgiã plástica Maria Carolina Coutinho. Similarmente coincide com a idade colegial de alfabetização, no momento em que a criança inicia a se incomodar com as orelhas proeminentes.

Como é feita a intervenção


A otoplastia precisa ser realizada em hospital por profissionais especializados – imagem: Getty Images
A anestesia mais usualmente usada é a local com sedação. A intervenção se começa com uma incisão atrás da aba, conduzindo-se a carquilha natural da pele. É, por isso, realizada a afastamento do exagero de pele e posteriormente é realizado o fibra da cartilagem, para deixa-la mais flexível.

Em alguns casos pode ser feita a afastamento de cartilagem para redução da aba. Logo após são feitos pontos de fixação para preservar uma nova exame da aba e realizando o fecho da pele. Em maior parte, os pontos são internos e absorvíveis, não precisam, então, ser retirados. A intervenção possui duração média de uma momento.


Profissional que pode realizar essa intervenção
A intervenção precisa ser realizada por clínico plástico braços da Clube Brasileira de Intervenção Plástica.


Saiba mais: Diabete: quais os afazeres em procedimentos cirúrgicos


Antes da intervenção



” Uma ótima consulta pré-operatória, além de preparar o paciente para a intervenção, deverá realizar com que ele compreenda seu dificuldade, compreenda a saída asserção, riscas e vantagens do técnica, e alinhe a probabilidade ideal com as capacidade de tratamento e que tipo de resultado será capaz de ser desgastado “, recomenda a cirurgiã plástica Claudia Ranauro Zuliani, braços Clube Brasileira de Intervenção Plástica.


Exames

A otoplastia, embora de ser um técnica simples, requer que sejam realizados todos os exames pré-operatórios preconizados. Entre eles estão o exame de sangue, composto por hemograma e coagulograma completos, e o eletrocardiograma.


Remédios


Precisa ser quebrado o utilização de qualquer outro medicamento que altere a coalhadura do sangue, entre eles: ácido acetilsalicílico (AAS), gingko biloba, cascara sagrada e clopidogrel. O ideal é que a preservação do utilização dos remédios seja mostra constantemente, especialmente em casos de pacientes com pressão alta e diabete.

FONTE: https://www.r7.com