Categorias
Sem categoria

Rinoplastia Riscos de Morte

O Brasil está entre os países que um tanto  realizam a rinoplastia. Com o crescimento da tecnologia mais metodos, vem sendo desenvolvidos para atender as expectativas das pessoas que adoram a beleza e procuram diminuir ou modelar seu nariz.

A rinoplastia é um procedimento de cirurgia plástica, que não envolve muitos riscos. Porém, os seus  resultados resultam diversas debates e discussões, pois nem sempre ficam como os pacientes esperam.

Apesar de ser muito usada para fins estéticos, a rinoplastia é comparada também a outros metodologias nasais, como a correção do Septo nasal e a Turbinectomia, que é a retirada dos cornetos nasais, a popular carne esponjosa.


Pré- operatórios


Nas pesquisas iniciais o médico requisitará os Exames pré- operatórios padrões para qualquer cirurgia plástica e poderá também requisitar outros que criticar necessário para se ter uma a  moral mais precisa sobre a estrutura dos ossos e cartilagem nasais.


Procedimento da Rinoplastia


Apesar de ocasionar momentos de muita aflição e medo, a cirurgia é tranquila e sem Ameaças O procedimento dura cerca de 1 hora e meia á 2 horas, sendo dividido em:

Corte e desmontagem – Para dar induzir a um a cirurgia de rinoplastia, o médico-cirurgião realiza pequenas incisões com o bisturi. Assim, ele tem acesso aos ossos e cartilagens de todo o nariz, chamado de base de nariz ou pirâmide nasal. Em seguida ele separa os tecidos da base, ou seja, o médico “desencapa” o nariz, realizando a chamada rinoplastia aberta. Há situações, em que é feito a rinoplastia fechados que ocorre sem que haja o descolamento da pele.

Moldagem – Uma parte do osso e da cartilagem poderá ou não ser lixados, é determinada do tipo de operação e do resultado que se musica Há casos em que se complementa   tecido no local, podendo ser sintético ou natural. Quando natural é retirado do corpo do próprio paciente para que não haja rejeição.  Em casos muito exclusivos, é causada a fratura voluntária do osso nasal, com o querer de corrigi-lo.

Remontagem – Após todos os metodologias serem realizados é necessário atingir o formato ideal, A pele e a carne são recolocadas no lugar a que efetivamente pertencem. Isso ocorre em casos de rinoplastia aberta. Assim chega ao fim a cirurgia rinoplastia.



Pós- operatório Rinoplastia


Por ser um procedimento invasivo, é necessário que o paciente utilize a tala no nariz por 4 a 7 dias, para que haja imobilização da região. Em alguns casos é indicado que o paciente use tampão nasal.

Ao ocorrer a retirada da tala após os 7 dias, o paciente continuara ultilizando um simples esparadrapo, por mais uma semana mais ou menos.

As cicatrizes da rinoplastia dependerão muito do procedimento que foram realizados. Na grande grande maioria dos casos, os cortes são realzados na parte interna da cavidade nasal, excluindo as chance de cicatrizes visíveis.

Mesmo em situações, que é necessário os cortes externo as cicatrizes são imperceptíveis, sendo invisíveis a olho nu. Clique aqui: Tire todas as duvidas,para quem quer mudar o nariz


Cuidados


É recomendado, que a alimentação seja pastosa, evitando mastigação forte que necessite causar incômodo.

Exercícios e esforços físicos são determinado apenas após de 02 à 03 meses;

Não se exposto ao sol e a friagem, apenas de forma gradativa após a primeira semana;

É necessário descanço absoluto por 07 dias;

Após a Rinoplastia é indicado o uso rígido de protetor solar;

Lavagem nasal com soro fisiológico 0,9%. Assoar o nariz unicamente após 07 dias;


O cabelo pode ser levado com a cabeça para cima, já que o paciente deve evitar até mesmo descer a cabeça muito rápido;

Uso de óculos apenas após liberação médica;

Neste período deve ser evitado dormir de lado e de bruços evitando o choque contra o travesseiro;

É importante seguir rigorosamente as orientações dadas pelo cirurgião e a prescrição médica;


Riscos da rinoplastia


Quando se trata de metodologias cirúrgicos, as chances de riscos jamais são 0%. Claro que realizá-los em clínicas seguras e e também especializados diminui os riscos de erros.

Os edemas e hematomas são normais de praticamente todo pós-operatório. Porém, há situações, em que o paciente apresenta hemorragias infecção, obstrução das vias nasais, necrose do tecido operado, abertura do septo, complicações pós-anestésicas e sensação de dormência nos dentes.

Apesar de não ser o normal, há casos de pacientes insatisfeitos com o resultado e da cirurgia ter sido mal sucedida.

Esses são fatores que dependerão muito dos especialistas escolhidos. Por isso, é extremamente necessário pesquisar bem os profissionais e suas capacitações para que não haja arrependimentos.